Janet Jackson desabafa sobre acusações contra Michael Jackson: 'Culpada por tabela'

As acusações contra o irmão Michael Jackson e outras polêmicas são tema de Janet, documentário sobre a cantora que deve estrear em janeiro de 2022

Redação Publicado em 04/01/2022, às 09h41

None
Michael Jackson e Janet Jackson em 2005 (Foto: Ed Souza-Pool/Getty Images)

A cantora Janet Jackson anunciou na segunda, 3 de janeiro, o lançamento de um documentário sobre a carreira. Intitulada Janet, a produção ganhou um trailer em que a artista comenta sobre as acusações contra o irmão, Michael Jackson.

Conforme noticiado pela Revista Monet, o documentário será lançado pelo canal de TV norte-americano Lifetime em 28 de janeiro. No trailer, Janet Jackson afirma haver “muito escrutínio” acompanhando o seu sobrenome.

+++LEIA MAIS: VMA: Normani faz homenagem a Janet Jackson e dança para Teyana Taylor na premiação; assista

Em seguida, a estrela é questionada sobre as acusações de abuso contra Michael Jackson, e como as alegações a afetaram. “Sim, culpada por tabela. Acho que é assim que falam, não é?.” disse a cantora durante o vídeo.

 
 
 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação partilhada por Janet Jackson (@janetjackson)

A produção acompanha outras polêmicas envolvendo Janet Jackson, como a controversa apresentação no Super Bowl 2004, quando o cantor Justin Timberlake expôs o seio da artista no meio da performance.

+++LEIA MAIS: Lizzo chama Janet Jackson de 'Rainha do Pop' - e fãs de Madonna criticam

Michael Jackson e acusações

Vale lembrar que Michael Jackson foi o centro de diversas acusações de abuso sexual contra crianças e adolescentes. Muitas denúncias, inclusive, apontavam que os episódios aconteciam no rancho Neverland, propriedade do Rei do Pop em Santa Bárbara, Estados Unidos.

Apesar de o FBI ter absolvido Michael Jackson das acusações em 2005, diversos outros relatos contra o Rei do Pop surgiram depois. O músico morreu em 2009 devido à intoxicação por propofol e benzodiazepina — e mesmo após a tragédia, continuou a ser alvo de denúncias.

+++LEIA MAIS: Michael Jackson: O que aconteceu com dinheiro do astro após sua morte?

O controverso documentário Leaving Neverland, lançado em 2009, foi um dos que afirmou os supostos crimes cometidos por Michael Jackson. Na produção, dois homens, Wade Robson e James Safechuck, alegam ter sido abusados sexualmente pelo cantor, e detalham o ocorrido. Apesar de o espólio do Rei do Pop condenar a produção, ela foi bem recebida pela crítica.