Janet Jackson relata relação complicada com família em documentário: ‘Nenhum de nós teve uma infância normal’

Cantora Janet Jackson falou sobre o relacionamento com a família e o irmão Michael Jackson no documentário Janet

Redação Publicado em 31/01/2022, às 11h09

None
Janet Jackson (Foto: David Becker/Getty Images for Park MGM)

Janet Jackson relembrou a relação com a família e o irmão Michael Jackson no último episódio do documentário Janet (2022), o qual foi ao ar neste sábado, 29, no canal norte-americano Lifetime and A&E. De acordo com O Globo, a cantora falou sobre a pressão do meio artístico e como isso afetou o relacionamento com os pais e irmãos.

“Nenhum de nós teve uma infância normal. Meus amigos foram para a aula de ginástica ou fizeram parte de grupos de escoteiros. Eu queria fazer essas coisas, mas tínhamos que trabalhar,” explicou. “Queria ir para a faculdade e estudar direito empresarial, mas meu pai [Joe Jackson] disse que isso não iria acontecer. Que pai não quer que você vá para a faculdade? Mas ele disse: ‘Não, você vai cantar’.”

+++ LEIA MAIS: O mamilo e o estrago que foi feito: o declínio de Janet Jackson pós-Super Bowl

Além de Janet, Joe Jackson e Katherine Jackson tiveram mais nove filhos e todos fizeram parte do mundo da música. O pai era empresário deles e, apesar da relação conturbada, a cantora explicou que deve muito a ele pela carreira que construiu ao longo dos anos:

“Foi por causa do meu pai que tive a carreira que tive. Foi difícil às vezes. Não foi nada fácil, ponto final. Mas quando você vê de onde viemos e onde estamos agora, devemos muito ao meu pai. Disciplina sem amor é tirania. E tiranos meus pais não eram. Eles simplesmente nos amavam e queriam que fôssemos o melhor que pudéssemos ser. Obviamente, funcionou.”

+++ LEIA MAIS: Janet Jackson volta ao topo das paradas após pedido de desculpas de Justin Timberlake

Michael Jackson apelidava Janet Jackson de 'porca' e 'vaca'

No documentário, Janet também revelou que o irmão Michael Jackson criava apelidos maldosos para ela. Segundo contou a cantora, o artista costumava chamá-la de "porca" devido ao peso dela, entre outros nomes, via UOL.

"Houve momentos em que Mike costumava me provocar e me xingar. Porco, cavalo, puta ou porco, vaca," contou, refletindo que, apesar de os dois rirem em meio ao momento, posteriormente aqueles comentários afetavam ela. "Ele ria disso, e eu ria também, mas depois havia algo lá no fundo que doía. Quando tem alguém dizendo que você é muito pesada, isso te afeta," afirmou.

+++ LEIA MAIS: Janet Jackson desabafa sobre acusações contra Michael Jackson: 'Culpada por tabela'