Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Josh Kiszka, do Greta Van Fleet, revela que é da comunidade LGBTQ+

Em publicação no Instagram, Josh Kiszka protestou contra leis que prejudicam comunidade LGBTQ+ no estado do Tennessee

Redação Publicado em 21/06/2023, às 09h04

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
é vocalista do (Foto: Kevin Winter/Getty Images)
é vocalista do (Foto: Kevin Winter/Getty Images)

Vocalista do Greta Van Fleet, Josh Kiszka revelou fazer parte da comunidade LGBTQ+ em texto longo publicado nas redes sociais. Na publicação, o artista comentou como está em um relacionamento com outro homem há oito anos.

Na postagem, o artista aproveitou para protestar contra projeto de lei recente no Tennessee, Estados Unidos, o qual tentou proibir shows de drag queen de propriedade pública ou em qualquer lugar onde menores de idade possam estar presentes, mas isso foi considerado incondicional por um juiz federal.

+++LEIA MAIS: Empresário do Greta Van Fleet acha que Josh Kiszka poderia liderar Led Zeppelin

Além disso, outro projeto de lei, assinado em março de 2023, proibiu cuidados de saúde com afirmação de gênero para crianças. "Onde eu estabeleci residência no Tennessee, legisladores estão propondo leis que ameaçam a liberdade do amor," escreveu Kiszka.

É imperativo que eu fale a minha verdade não apenas para mim mesmo, mas também na esperança de mudar corações, mentes e leis no Tennessee e outros lugares.

"Essas questões estão localizadas especialmente próximas do meu coração já que estou em uma relação amorosa e de mesmo sexo com o meu parceiro há oito anos. Aqueles próximos de mim estão bem cientes, mas é importante para mim compartilhar ao público," continuou o cantor.

+++LEIA MAIS: Vocalista do Greta Van Fleet fala sobre comparações com o Led Zeppelin

Em seguida, Josh Kiszka voltou a falar dos problemas no estado: "Ao longo dos anos, a quantidade de amor pela comunidade LGBTQ+ foi imensa, mas ainda há trabalho a ser feito pelos direitos LGBTQ+ no Tennessee, na nação e no mundo. Como resposta ao apoio excepcional do meu último post, eu queria compartilhar como podemos contribuir com essa valorosa causa."

A comunidade LGBTQ+ é um pilar cultural, constantemente celebrando a positividade e a aceitação através da arte, música, literatura, cinema e, mais importante de tudo, legislação.

O maior dom mortal de todos nós é a nossa capacidade de amar e à medida que viajamos pelo tempo, que a nossa maior compreensão da questão ao redor e dentro de nós nos ensine a amar de forma cada vez mais profunda.