Kanye West é suspenso do Instagram após ataques a Pete Davidson; entenda

Rapper Kanye West atacou Pete Davidson, namorado de Kim Kardashian, e violou políticas da rede social

Dimitrius Vlahos (sob supervisão de Eduardo do Valle) Publicado em 17/03/2022, às 09h46

None
Kanye West, Pete Davidson (Foto: Getty Images)

Kanye "Ye" West está suspenso do Instagram por 24 horas. Rapper violou políticas da comunidade com relação a bullying e discurso de ódio ao atacar Kim Kardashian e o atual namorado dela, Pete Davdison, após divórcio, segundo o TMZ.

Caso Ye mantenha o comportamento, pode sofrer sanções mais severas, conforme um porta-voz da Meta - empresa dona do Instagram - revelou. Em uma das publicações, rapper mencionou apresentação do comediante, onde, supostamente, fez piada sobre sexo com bebês.

+++ LEIA MAIS: Kanye West: 4 curiosidades sobre o rapper reveladas no documentário Jeen-Yuhs, da Netflix [LISTA]

"Mais uma razão para ele ficar longe das minhas crianças. Ah! Ninguém percebeu que ele não apareceu no SNL [programa de televisão]? O Senhor 'Posso te Ajudar Com Seus Remédios' teve um surto mental depois que o expulsamos da internet," escreveu. Afirmação, no entanto, é falsa. Davidson não compareceu, pois estava no set de The Home, filme de terror.

Em outra foto, Kanye acusou o acusou de incentivar Kim a usar drogas, como ele "está na reabilitação a cada dois meses." Além disso, rapper postou trecho do vídeo de "Eazy," onde corta a cabeça do comediante, e escreveu: "Estão prontos para o Coachella?", com emoji de caveira em sequência. 

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por ye (@kanyewest)

+++ LEIA MAIS: Kanye West utiliza voz de Kim Kardashian no disco Donda 2; entenda

West está proibido de publicar, comentar e mandar mensagens durante período. A empresa também removeu diversos conteúdos, incluindo publicação com palavras racistas direcionadas a Trevor Noah, apresentador do programa televisivo norte-americano The Daily Show.

Procurados pela Rolling Stone EUA, representantes do rapper não comentaram situação.

+++ LEIA MAIS: Kanye West critica streamings e não lança disco em plataformas: 'Machucam compositores'