Kiss: Paul Stanley testa positivo para covid-19 após shows da banda

Paul Stanley, guitarrista do Kiss, foi diagnosticado com covid-19, mas passou tranquilidade aos fãs nas redes sociais

Marina Sakai (sob supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 27/08/2021, às 20h17

None
Paul Stanley, do Kiss (Foto: Reprodução/Twitter)

Guitarrista e fundador do Kiss, Paul Stanley revelou como testou positivo para covid-19 e a banda precisou adiar o show programado para esta quinta, 26 de agosto, em Burgettstown, no estado da Pensilvânia (EUA), de acordo com informações do portal Blabber Mouth. O artista tomou as duas doses da vacina contra o vírus e demonstrou apenas sinais de resfriados.

Stanley fez questão de tranquilizar os fãs em sua conta no Twitter. "Pessoal, estou bem! Não estou na UTI. Meu coração permite andar 26 milhas [cerca de 42 km] todos os dias na minha bicicleta. Não sei de onde isso veio, mas é completamente sem sentido," disse sobre supostos rumores de que tinha problemas cardíacos.

+++LEIA MAIS:Kiss: Gene Simmons quer exigir 2 doses da vacina para deixar público assistir shows da banda na pandemia [ENTREVISTA]


A equipe do Kiss emitiu um comunicado oficial confirmando o diagnóstico de Stanley e prometia informações sobre as novas datas dos shows da banda. "Todos no time estão completamente vacinados e operando em uma bolha independente para manter todos seguros na medida do possível em cada performance e entre elas. A turnê também tem um oficial de protocolos de segurança para garantir que todos estão seguindo as medidas."

Stanley também fez uma segunda publicação no Twitter, dessa vez com uma foto, garantindo que "os piores dias estão no passado e, com sorte, só terá mais alguns à frente." Depois, afirmou: "Vou lá fora ver vocês!" Confira o tweet:

+++LEIA MAIS: Kiss no Brasil em 2022: datas, preços, locais e tudo o que sabemos sobre os shows [LISTA]


+++ CONFIRA TUDO SOBRE A BANDA 5 SECONDS OF SUMMER!