Led Zeppelin: ‘Foi um erro contratar Phil Collins para reunião,’ diz Jimmy Page

Phil Collins tocou bateria em reunião do Led Zeppelin no Live Aid em 1985 — mas a parceria não agradou aos músicos

Vitória Campos (sob supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 14/10/2021, às 17h04 - Atualizado em 23/10/2021, às 11h30

None
Jimmy Page (Foto: Kevin Winter/Getty Images) e Phil Collins (Foto: Des Willie/ Redferns/ Getty Images)

Phil Collins foi convidado para tocar bateria com o Led Zeppelin em show lendário em 1985 no Live Aid. Contudo, segundo Jimmy Page, a decisão de contratar o baterista para a reunião do grupo “foi um erro.”

Em entrevista ao The Times, Page admitiu como “não foi muito inteligente” reunir a banda para o show, a qual havia se separado em 1980, dois meses após a morte do baterista John Bonham. 

+++ LEIA MAIS: O que Mick Jagger pensou ao ver Led Zeppelin ao vivo pela primeira vez?

“O baterista [Collins] não conseguia ‘fazer’ o 'Rock And Roll.’ Então, estávamos em sérios problemas com isso,” contou Page sobre o Live Aid. Além disso, revelou como o grupo tinha menos de duas horas para ensaiar o set de músicas. 

Contudo, não foi apenas o músico que não gostou da experiência. Collins também explicou o que sentiu ao tocar com o Led Zeppelin: "Se pudesse ter ido embora, teria ido, porque não era necessário e me senti como uma peça sobressalente."

+++ LEIA MAIS: Led Zeppelin e Rolling Stones: por que nunca houve competição entre as duas bandas nos anos 1970?

Collins ainda acrescentou: “Não ensaiei quando cheguei lá, mas ouvi ‘Stairway To Heaven’ no avião.” As informações são do NME.

Sobre o documentário Becoming Led Zeppelin

Bernard MacMahon lançou o documentário Becoming Led Zeppelin - ou Tornando-se Led Zeppelin. No filme, conhecemos os bons e maus momentos da banda, além da vida dos integrantes

+++ LEIA MAIS: Becoming Led Zeppelin: estreia, trailer e tudo que sabemos sobre documentário da banda [LISTA]

O longa-metragem inclui imagens raras e novas entrevistas com Robert Plant,Jimmy Page e John Paul Jones. O diretor Bernard MacMahon afirmou querer um retrato “que se parecesse com um musical… Com sequências de fantasia, inspiradas em Cantando na Chuva.”

 
 
 
 
 
View this post on Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Led Zeppelin (@ledzeppelin)