Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Legendary: Organização LGBTQ+ critica HBO Max após cancelamento da série

Com grande representatividade LGBTQ+, a competição entre casas de voguing dos Estados Unidos foi cancelada no início de dezembro

Redação Publicado em 19/12/2022, às 12h00

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Pôster de divulgação de Legendary (Foto: Divulgação/ HBO Max)
Pôster de divulgação de Legendary (Foto: Divulgação/ HBO Max)

No início de dezembro, a HBO Max oficializou o cancelamento do reality show Legendary, que estava em sua terceira temporada. Mobilizada com o fim da série, então, a organização GLAAD (Aliança Gay & Lésbica Contra a Difamação) nos Estados Unidos criticou a escolha do serviço de streaming.

Legendary elevou o nível de inclusão na televisão em muitos níveis diferentes, especialmente quando se trata de celebrar a cultura negra e queer”, afirmou a organização, em nota oficial. Segundo o grupo, o cancelamento do reality é uma grande perda para a representatividade LGBTQ+ no entretenimento.

+++LEIA MAIS: Queer as Folk ganha trailer repleto de drama e representatividade; assista

Apesar da série ter sido o mais recente programa LGBTQ+ a ser cancelado, a equipe criativa priorizou dar destaque a talentos e vozes silenciadas, e esperamos que esse tipo de história possa ser contada novamente”, finalizou a GLAAD.

Lançado em maio de 2020, Legendary surgiu como uma competição entre diversas casas de voguing dos Estados Unidos. Apresentado por MC Dashaun Wesley, o reality contava com desafios temáticos ao estilo ballroom, uma importante subcultura da comunidade LGBTQ+ nascida na década de 1920 — dessa forma, a série ainda fazia alusão à cena queer dos anos 1980 e 1990, o ápice das competições de voguing.

+++LEIA MAIS: Boi Band: conheça a primeira banda pop 100% queer no mundo

Com um prêmio de cem mil dólares, Legendary contava com Leiomy Maldonado, Jameela Jamil, Law Roach e Keke Palmer como jurados de sua terceira e última temporada. Além dos artistas, Megan Thee Stallion e Anitta já marcaram presença no seriado, analisando as performances dos participantes.

Apesar da representatividade e das boas críticas que recebeu — a primeira temporada da série, por exemplo, teve 92% de aprovação no Rotten Tomatoes —, Legendary acabou sendo cancelada. A notícia, que surpreendeu diversos fãs da competição, foi confirmada por Leiomy no dia 06 de dezembro, depois que diversas especulações sobre o fim do reality tomaram conta das redes sociais.

"Legendary foi oficialmente cancelada. Obrigada a
todos que apoiaram o show. Vamos para o próximo..."

+++LEIA MAIS: Quebrada Queer: novo disco traz rap com olhar à MPB

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!