Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone
Música / 38 anos depois...

Live Aid: Por que Rod Stewart não tocou na edição de 1985?

Rod Stewart descobriu, por outros músicos, o verdadeiro motivo de não se apresentar no evento

Redação Publicado em 22/12/2023, às 14h30 - Atualizado às 14h34

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Rod Stewart (Foto: Gareth Cattermole / Getty Images)
Rod Stewart (Foto: Gareth Cattermole / Getty Images)

O festival Live Aid de 1985 reuniu diversos artistas, com shows simultâneos em diferentes países. Além de arrecadarem doações para combater a fome, as apresentações ficaram marcadas pela grandiosidade e recepção do público, principalmente no estádio de Wembley, em Londres - onde mais de 80 mil pessoas assistiram Queen, U2, David Bowie e Paul McCartney.

Rod Stewart revelou à BBC (via NME) em 2021 como tinha intenções de participar do show, mas a decisão não foi tomada por ele. À época, a justificativa foi com relação à falta de uma banda para acompanhar o cantor britânico, embora ele estivesse em turnê pouco tempo antes do festival. 

+++ LEIA MAIS: Por que 13 de julho é o Dia Mundial do Rock - e o que o Queen e Freddie Mercury tem a ver com isso?

Stewart descobriu, por outros músicos, o verdadeiro motivo de não se apresentar no estádio: “Nós iríamos tocar, mas alguns caras da banda me disseram que nosso antigo empresário recusou porque não teríamos muito espaço nos jornais.” 

A informação não agradou o cantor, e ele demonstrou entender o real significado do evento. Para Stewart, o Live Aid não era sobre “receber cobertura televisiva nos Estados Unidos, era para arrecadar dinheiro para as crianças.” Acrescentou: “Foi esquisito não participar daquilo.”

+++ LEIA MAIS: Como Ozzy Osbourne e Black Sabbath driblaram as brigas e as ressacas para fazer um show explosivo no Live Aid 1985; assista


Novo Live Aid?

Em novembro de 2021, o rapper Burna Boy manifestou desejo de fazer um festival no estilo Live-Aid. Os planos dele envolvem o “maior estádio do Reino Unido e todos os artistas que se importam,” além da arrecadação de doações. Burna Boy também marcou políticos ingleses para promover a ação.