Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone
Música / A Mulher em Mim

Livro de Britney Spears alavanca música de Roberta Miranda; entenda

Livro de Britney Spears fez com que reproduções de música de Roberta Miranda aumentassem em 60%

Redação Publicado em 28/10/2023, às 16h17

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Britney Spears (Foto: Alberto E. Rodriguez/Getty Images) | Roberta Miranda (Foto: Divulgação)
Britney Spears (Foto: Alberto E. Rodriguez/Getty Images) | Roberta Miranda (Foto: Divulgação)

O lançamento do livro de Britney Spears pode ter causado um alvoroço na vida de artistas como Justin Timberlake, mas foi positivo para Roberta Miranda. Ela interpreta "A Mulher em Mim", versão em português de "The Woman in Me", de Shania Twain. A faixa leva o mesmo nome que a obra de Britney, publicada no Brasil pela Buzz Editora.

Desse modo, a canção de Roberta Miranda viu um aumento de 60% nas reproduções no Deezer no último fim de semana, 21, em comparação ao início de outubro. A informação foi divulgada pela Veja

A Mulher em Mim

A Mulher em Mim, lançado na última terça-feira, 24, traz uma série de revelações sobre a vida de Britney Spears. Ela comenta a relação com os pais, o relacionamento com Justin Timberlake e até mesmo o motivo de ter raspado a cabeça em 2007. Com a repercussão na imprensa, que polemizou diversos temas tratados pela artista, Britney sentiu a necessidade de se pronunciar:

O propósito do meu livro não era ofender ninguém de maneira alguma!!! Essa era eu na época... Isso está no passado!!! Não gosto das manchetes que estou lendo. Foi exatamente por isso que larguei a carreira há quatro anos!!! Grande parte do livro é de 20 anos atrás... Eu segui em frente e agora sou uma linda tela em branco. Estou aqui para estabelecer que seja assim para o resto da minha vida. De qualquer forma, é a última vez, e erros acontecem. Na verdade, esse é um livro que eu não sabia que precisava escrever. Embora possa ter ofendido alguns, me deu um desfecho sobre tudo para um futuro melhor. Com sorte, conseguirei atingir as pessoas que se sentem sozinhas na maior parte do tempo, machucadas ou incompreendidas. De novo, minha motivação para esse livro não foi reclamar mais uma vez das minhas experiências do passado, que é o que a imprensa tem dito e é burro e bobo!!! Eu segui em frente!!!