Lollapalooza 2022: contra censura, artistas transformam palco em protesto

No palco com Lucas Silveira, Lulu Santos abriu dia de muitos protestos no Lollapalooza: 'Cala a boca já morreu'

Redação Publicado em 27/03/2022, às 16h58 - Atualizado em 28/03/2022, às 08h49

None
Lucas Silveira, Fresno, no Lollapalooza 2022 (Foto: Camila Cara)

Na contramão da decisão do STE que proibiu, neste sábado, 26, a manifestação de apoio político de artistas a candidatos, diversos artistas fizeram de seus shows no Lollapalooza uma plataforma contra a censura.

Lulu Santos, que se apresentou junto da banda Fresno na tarde de domingo, 27, propôs que artistas chamem um pré-candidato por outro nome: "Nós podemos chamar de Lulx", disse o cantor, ovacionado pela plateia.

+++ LEIA MAIS: Lollapalooza 2022: TSE proíbe manifestações eleitorais de artistas nos shows

"E é o seguinte... Como diz Carmen Lúcia, 'cala a boca já morreu, quem manda na minha boca sou eu'", finalizou Lulu. Outros artistas também protestaram no palco do festival. Confira: 

Lollapalooza 2022: Fresno 

A Fresno também passou o recado. No telão atrás do grupo, a mensagem "Fora Bolsonaro" foi exibida durante o show.

+++ LEIA MAIS: Lollapalooza 2022: Fresno faz encontro de gerações com Lulu Santos

fresno
Show da Fresno (Foto: Reprodução / Multishow)

Lollapalooza 2022: Anitta 

Anitta, que subiu ao palco com Miley Cyrus no sábado, 26, também se manifestou nas redes sociais. 


Lollapalooza 2022: Djonga 

Nem mesmo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) parou Djonga. Rapper se apresentou no terceiro dia de Lollapalooza e descumpriu a ordem de que artistas não poderiam se manifestar politicamente durante apresentações. “Bolsonaro vai tomar no c*,” gritou junto à plateia, afirmando que falaria isso 13 vezes durante o show. “Eu odeio o Bolsonaro,” completou. 


Lollapalooza 2022: Gloria Groove

A drag queen chamou a atenção para a importância dos menores de idade tirarem o título de eleitor e comentou a determinação do Ministro do Raul Araújo para o Lollapalooza vedar manifestações eleitorais dos artistas: “Censura ao c*r*lho.”


Lollapalooza 2022: Especial Foo Fighters 

Planet Hemp, Emicida, DJ Nyack, DJ KL Jay, Criolo, Bivolt, Drik Barbosa, Rael, Mano Brown e Ego Kill Talent subiram no palco do Lollapalooza para substituir a apresentação do Foo Figthers, a qual foi cancelada após a morte do baterista Taylor Hawkins. E o grupo de artistas não deixou de protestar. Confira: