Lollapalooza 2022: Marina Sena comemora sucesso de show lotado: 'Não conseguia nem dimensionar' [ENTREVISTA]

Marina Sena celebrou público grande do palco Adidas no terceiro dia do Lollapalooza 2022

Mariana Rodrigues Publicado em 27/03/2022, às 19h28 - Atualizado em 28/03/2022, às 09h57

None
Marina Sena no Lollapalooza (Foto: Mila)

Esse momento é dela! Marina Sena celebrou o sucesso do show no Lollapalooza 2022 neste domingo, 27, em entrevista à Rolling Stone Brasil. Cantora apresentou faixas do disco De Primeira (2021) no palco Adidas do festival. 

Impressionada com o tamanho da multidão, que cantou “Por Supuesto” e outros sucessos em um grande coro, cantora não poderia estar mais feliz com a oportunidade. Confira o bate-papo exclusivo sobre o show, carreira solo e até uma parceria dos sonhos: 

+++ LEIA MAIS: Lollapalooza 2022: Muito além de ‘Por Supuesto,’ Marina Sena mostra gingado e sensualidade no último dia de festival


Você chegou a falar em várias entrevistas que você esta prontíssima para ser uma diva pop, e é interessante porque sua música puxa mais para o MPB. Como é fazer essa mistura dos gêneros? 

Marina Sena: "Acho que foi o único jeito que eu consegui fazer no momento. Não tem realmente um raciocínio muito elaborado para fazer uma coisa que você faz, vem da sua criatividade e era assim que eu pensava a música. Porque quando penso em música pop não consigo desatrelar MPB desse pop, porque sou brasileira, fui criada pela rádio, novela. Sei como soa o som do Brasil e eu acho super interessante fazer uma música pop que tenha todas essas características."

+++ LEIA MAIS: Lollapalooza 2022: Miley Cyrus convida Anitta para feat de ‘Boys Don’t Cry’


Você bombou durante a pandemia, em 2020 você ainda não estava no lineup e agora você esta aqui e se apresentou no horário das principais atrações. Como é para você essa mudança na carreira e como foi se apresentar no Lollapalooza?

MS: "Eu estou bem chocada ainda, pensei que o povo ia vir, mas no palco ia ter uns fãs, sabe? Ia estar dividido entre outros palcos. Na hora que eu vi a quantidade de pessoas que estavam lá. Na hora que puxava uma palminha assim que eu via lá longe, lá em um lugar onde eu não conseguia nem dimensionar, eu fiquei bem chocada mesmo. Acho que é o público do tamanho de “Por Supuesto.” Mas eu fiquei impressionada."

+++ LEIA MAIS: Lollapalooza 2022: TSE proíbe manifestações eleitorais de artistas nos shows


Inclusive, falando de “Por Supuesto”, você esperava que a música fosse viralizar desse jeito e fizesse um sucesso tão grande? Como foi para você?

MS: "Eu esperava que ela fosse bombar, mas viralizar da forma que viralizou eu não esperava. Porque é uma música muito diferente do que tinha nas paradas do Brasil, a música mais estranha do Top 5 Brasil; não tinha nada a ver com nada do que estava ali. E eu achava que ia bombar dentro de um nicho, mas realmente bombou para além do nicho de uma forma que eu nem consigo entender até onde chegou. Fico perdida às vezes, pensando ‘nossa, chegou aqui.’ Estou chocada."

+++ LEIA MAIS: Lollapalooza 2022: Jão sobre parceria com Nando Reis: ‘Me senti importante’


Recentemente, você fez uma parceria com a banda Lagum, que também se apresentou hoje no Lollapalooza. Mas, se você pudesse escolher alguém do lineup do festival, sem ser a banda Lagum, para fazer uma parceria, quem você escolheria? Nacional ou internacional. 

MS: Matuê.

+++ LEIA MAIS: Lollapalooza 2022: A$AP Rocky agita plateia com hits e fogos de artifício


Antes de você seguir carreira solo, você fazia parte de outros grupos. Queria que você falasse um pouquinho sobre a diferença de estar em um grupo e, agora, estar solo. O que você sente que mudou?

MS: "O que muda é que agora eu sou patroa, entendeu? Quem manda agora sou eu, quem dá a última palavra sou eu, tudo é eu. Mas, aí também tem aquela coisa de que toda a responsabilidade fica em você, até de passar para as outras pessoas da equipe. A energia do negócio é toda sua. Se eu fico triste, a equipe toda fica triste. Se eu fico feliz, a equipe inteira fica feliz. Então, emocional e espiritualmente você tem que se curar para a equipe, pelo funcionamento da empresa, sozinho. Uma coisa que com banda não é, com banda você divide, várias pessoas dividem essa responsabilidade e essa energia. Mas eu me senti preparada para segurar essa barra sozinha."

+++ LEIA MAIS: Lollapalooza 2022: Os momentos mais marcantes do 1º dia do festival - Marina, Machine Gun Kelly e mais [LISTA]