Marilyn Manson: Evan Rachel Wood acusa cantor de ameaçar filho de 8 anos; entenda

Além de denúncias de abusos e agressão, Marilyn Manson teria ameaçado o filho da atriz Evan Rachel Wood, quem precisou reforçar a segurança em casa

Redação Publicado em 07/12/2021, às 09h28

None
Marilyn Manson e Evan Rachel Wood (Fotos: Frazer Harrison / Getty Images)

Marilyn Mason é o centro de diversas polêmicas, além de ser acusado de abuso sexual e outros comportamentos violentos por pelo menos 15 mulheres, incluindo Evan Rachel Wood. Documentos judiciais, contudo, mostram que a atriz também afirmou que o cantor teria ameaçado “fo***” o filho de oito anos, Jack.

Conforme noticiou o The Daily Mail (via Marie Claire), Evan Rachel Wood deu a declaração sobre as supostas ameaças em abril, como parte da batalha com o ex-marido, Jamie Bell, pela custódia do filho. Segundo os documentos, as ameaças de Manson fizeram a estrela reforçar a segurança em casa.

+++LEIA MAIS: Marilyn Manson: Sala de tortura, prisão e abusos - o que acontece com o cantor?

Temendo a segurança do filho, Rachel Wood teria instalado janelas de vidro à prova de balas, porta de aço e cerca, até se mudar para a cidade de Nashville, no estado do Tennessee. “Estou muito preocupada com a segurança de nosso filho quando estiver em Los Angeles. Tenho muito medo do suposto infrator,” disse a artista, segundo os documentos obtidos pelo The Daily Mail.

Evan Rachel Wood também afirmou que tem medo de sofrer retaliação de Manson por aceitar testemunhar contra ele: “Sofri ferimentos físicos e emocionais graves e traumáticos em suas mãos e temo que ele busque retaliação contra mim por testemunhar, prejudicando a mim, meu filho e membros de minha família.”

+++ LEIA MAIS: Marilyn Manson tinha ‘cela de tortura’ no apartamento, segundo depoimentos

Durante depoimento, a atriz também teria falado que outra suposta vítima de Manson gravou o cantor afirmando que fotografou os filhos dela e obtido o número social. Procurado pelo The Daily Mail, o advogado do cantor não comentou.

Acusações de abuso sexual contra Marilyn Manson

Ashley Walters, ex-assistente de Manson, apresentou em junho de 2021 um processo contra o cantor, alegando vários crimes — incluindo agressão sexual, importunação sexual, assédio sexual e estresse emocional aplicado intencionalmente, além de outras acusações. 

+++LEIA MAIS: Marilyn Manson: Polícia invade casa do músico por acusações de violência sexual

Além dela, mais de uma dúzia de mulheres acusaram Marilyn Manson de abuso sexual; ela foi a segunda a entrar com processo - Esmé Bianco, de Game of Thrones, abriu a papelada em maio. Pelo Instagram, Manson negou tudo E chamou as acusações de "distorções horríveis da realidade [...]"; confira abaixo:

 
 
 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação partilhada por Marilyn Manson (@marilynmanson)