Marilyn Manson: Polícia invade casa do músico por acusações de violência sexual

Manson foi acusado de abuso sexual e outros comportamentos violentos por pelo menos 15 mulheres

Redação Publicado em 30/11/2021, às 08h49

None
Marilyn Manson (Foto: Frazer Harrison/Getty Images)

A casa de Marilyn Manson foi invadida pelo Departamento do Xerife do Condado de Los Angeles nesta segunda, 29 de novembro, via Consequence of Sound. O TMZ relata que os detetives executaram um mandado de busca pela investigação em andamento. Manson foi acusado de abuso sexual e outros comportamentos violentos por pelo menos 15 mulheres, incluindo as atrizes Evan Rachel Wood e Esmé Bianco.

Como o músico não estava em casa, a polícia precisou forçar a entrada por não ter ninguém para atender as autoridades. O Departamento do Xerife do Condado de Los Angeles confirmou à Rolling Stone EUA que o próprio músico era o alvo da busca: "Era um mandado de busca para os pertences dele," declarou, via Consequence of Sound. Entre os itens do artista supostamente apreendidos estavam o HD (disco duro) e outras unidades de armazenamento de mídia.

+++LEIA MAIS: Marilyn Manson responde críticas após participação em culto religioso: 'Ninguém tem nada a ver'

Anteriormente, o advogado de Manson, Howard King, afirmou que o artista "nega veementemente toda e qualquer reclamação de agressão sexual ou abuso de qualquer pessoa." O próprio cantor chamou as alegações de "horríveis distorções da realidade," além de dizer que são parte de um "ataque coordenado" por mulheres que estão "cinicamente e desonestamente buscando monetizar e explorar o movimento #MeToo."

Acusações de abuso sexual contra Marilyn Manson

Ashley Walters, ex-assistente de Manson, apresentou em junho um processo contra ele, alegando vários crimes - incluindo agressão sexual, importunação sexual, assédio sexual e estresse emocional aplicado intencionalmente, além de outras acusações. 

+++LEIA MAIS: Marilyn Manson disse para Phoebe Bridgers que tinha um 'quarto de estupro'

 
 
 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação partilhada por Marilyn Manson (@marilynmanson)

Além dela, mais de uma dúzia de mulheres acusaram Marilyn Manson de abuso sexual; ela foi a segunda a entrar com processo - Esmé Bianco, de Game of Thrones, abriu a papelada em maio. Pelo Instagram, Manson negou tudo. Em declaração, chamou as acusações de "distorções horríveis da realidade [...]"