Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Matuê promete que próximo álbum 'é diferente de Máquina do Tempo': 'Sentimentos complexos'

Sucessor de Máquina do Tempo está bastante encaminhado e pode sair ainda em 2023

Felipe Grutter Publicado em 20/04/2023, às 16h54

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Matuê (Foto: Divulgação / Mateus Aguiar)
Matuê (Foto: Divulgação / Mateus Aguiar)

Com hits como "777-666," "Kenny G" e "Quer Voar," Matuê tem apenas um disco de estúdio e diversos singles lançados, o próximo álbum do rapper fortalezense está bastante encaminhado, e deve ser "diferente de Máquina do Tempo," lançado em 10 de setembro de 2020.

Durante entrevista à Rolling Stone Brasil, o cantor falou sobre os próximos planos após realização do Plantão Festival, o qual acontece na note desta quinta, 20. "Já tenho uma boa quantidade de músicas. Dessa vez, ele é um pouco diferente de Máquina do Tempo, o qual foi muito vibe e doideira," afirmou na conversa.

Nesse próximo, quero passar uma mensagem, trazer algo valioso para os meus fãs, algo que possa fazer uma diferença na vida deles. É um disco que tem sentimentos complexos.

+++LEIA MAIS: Matuê e o desafio do 'grande plano' que é Plantão Festival [ENTREVISTA]

"Normalmente, nas músicas, a gente tem uma gama de sentimentos bem comuns. Dentro do rap, a gente tem a vitória, a ostentação, a dificuldade e outros temas que são mais comumente abordados," continuou Matuê. "E dentro desse disco eu trouxe sentimentos diferentes, que dificilmente são falados."

Além disso, o rapper conversou com Podpah e revelou alguns detalhes, como o nome: 333 - Salve Todos, o qual deve contar com colaborações de Teto, Wiu, Veigh e Monkey Jhayam. Como o cantor explicou, o segundo álbum está 60% pronto e tem previsão para sair no final de 2023.

+++LEIA MAIS: Matuê e Teto sobre turnê na Espanha; 'É gratificante levar o meu Nordeste para diversos lugares ao redor do mundo'

Por que Matuê "demorou" para lançar sucessor de Máquina do Tempo?

Com milhões de reproduções nos serviços de streaming de música, era fácil de imaginar que Matuê lançaria outro álbum pouco tempo após Máquina do Tempo. No entanto, ele contou à Rolling Stone Brasil como passou por certa dificuldade no processo artístico

É interessante você ver que o período mais fértil de um artista, normalmente, é antes dele estourar. Depois disso, as coisas se complicam muito mais porque vem uma crítica, as dificuldades, lidar com os negócios, com o estilo de vida que muda drasticamente (de estar na estrada e longe de casa).

Mesmo com uma dificuldade, Matuê conseguiu se reestruturar dentro da carreira: "Atualmente, o meu objetivo é fazer menos shows, porém melhorar a qualidade deles, engrandecer o espetáculo com cenografia e banda, por exemplo. Também quero ter uma execução e um som cada vez melhor e mais tempo para estar no estúdio e em casa. Então, eu diria que de um ano para cá houve uma revolução dentro da minha da minha relação com a música."

+++LEIA MAIS: Will Smith chama Coachella de 'Willowchella' após se emocionar no show de Willow