Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Midnights (3 a.m. Edition): Taylor Swift lança versão estendida do disco, com 7 músicas adicionais

Na madrugada desta sexta-feira, 21, após o lançamento do esperado Midnights, Taylor Swift surpreendeu seus fãs com ainda mais faixas; ouça cada uma

Pamela Malva • Publicado em 21/10/2022, às 11h00

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Taylow Swift em foto de divulgação de Midnights (Foto: Divulgação)
Taylow Swift em foto de divulgação de Midnights (Foto: Divulgação)

O tão aguardado novo álbum de Taylor Swift finalmente chegou às plataformas de streaming na madrugada desta sexta-feira, 21. Três horas depois do lançamento de Midnights, no entanto, a cantora surpreendeu seus fãs mais uma vez, divulgando o Midnights (3 a.m. Edition), uma versão estendida do disco com sete faixas inéditas — músicas que ela chamou de “3 a.m. tracks”.

Os mistérios em torno do novo álbum de Taylor Swift têm intrigado seus fãs há bastante tempo, já que a cantora divulgou diversas “pistas” ao longo das últimas semanas. Na segunda-feira, 17, por exemplo, ela compartilhou a programação completa que preparou para o lançamento de Midnights e, entre os eventos, revelou que algo “especial” e “bastante caótico” aconteceria na madrugada desta sexta.

+++LEIA MAIS: 6 livros referenciados em músicas da Taylor Swift

Durante a semana, fãs de Swift criaram diversas teorias para o que seria a surpresa caótica. Enquanto alguns acreditaram que Taylor anunciaria uma turnê inédita, outros teorizaram que o lançamento seria um documentário sobre a produção do álbum — já que, na agenda divulgada por Taylor, ela acrescentou uma observação com a palavra “Manifest”, que poderia ser o título do documentário.

Algumas das teorias, todavia, chegaram bastante perto do lançamento do Midnights (3 a.m. Edition). Muitos fãs, por exemplo, imaginaram que Taylor lançaria um segundo álbum — possivelmente chamado Manifest —, já que o número 26 apareceu em alguns momentos da divulgação do disco — o que poderia fazer referência às 13 faixas extras de outro álbum, somando 26 músicas inéditas.

+++LEIA MAIS: Midnights: Taylor Swift revelou letras durante discurso na NYU

Pontualmente às 3 horas da manhã (no horário dos Estados Unidos) desta sexta, então, Taylor Swift finalmente acabou com todas as especulações através de suas redes sociais. “Surpresa! Eu penso em Midnights como um álbum conceitual completo, com essas 13 músicas formando uma imagem completa das intensidades daquela hora louca e misteriosa”, revelou ela, no Instagram. "No entanto! Havia outras músicas que escrevemos em nossa jornada para encontrar aquelas mágicas 13.”

Estou chamando de 'faixas das 3 da manhã'. Ultimamente tenho adorado a sensação de compartilhar mais do nosso processo criativo com vocês, como fazemos com as faixas do "From The Vault". Então são 3 da manhã e eu estou dando elas a vocês.”

Já disponíveis nas plataformas de áudio, as sete novas faixas contam com as colaborações de Aaron Dessner, Jack Antonoff, Mark Spears e Sam Dew. Acrescentadas após “Mastermind” (a 13ª faixa de Midnights), são elas: “The Great War”, “Bigger Than the Whole Sky”, “Paris”, “High Infidelity”, “Glitch”, “Would've, Could've, Should've” e “Dear Reader”. Confira todas as faixas abaixo:

+++LEIA MAIS: Midnights: tudo o que sabemos sobre o novo álbum de Taylor Swift [LISTA]