Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Miley Cyrus é processada por paparazzi que também processou Dua Lipa

Fotógrafo Robert Barbera reivindica uso indevido de foto publicada por Miley Cyrus

Dimitrius Vlahos Publicado em 13/09/2022, às 10h24

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Miley Cyrus (Foto: Getty Images)
Miley Cyrus (Foto: Getty Images)

Miley Cyrus foi processada por paparazzi após publicar foto no Instagram. Robert Barbera, autor das imagens, alega que a cantora não tinha permissão para isso e infringiu direitos autorais.

O processo começou na última sexta, 9, na corte de Califórnia (Estados Unidos). A foto foi publicada em fevereiro de 2021, sem consentimento do autor, o que, segundo Barbera, teria rendido benefícios financeiros a Miley.

+++ LEIA MAIS: Dua Lipa é processada (de novo) por compartilhar foto sua tirada por paparazzi

Conforme apontado pela Bloomberg Law (via NME), o fotógrafo alega que a imagem aumentou engajamento de Cyrus nas redes sociais, gerando maiores ganhos com venda da música dela. Além disso, teria impossibilitado a venda e uso comercial da fotografia.

Esta não é o primeiro conflito de Robert com estrelas do pop. Em junho deste ano, ele processou Dua Lipa pela mesma situação, após foto postada pela cantora em 2018.

+++ LEIA MAIS: Além de Dua Lipa: 5 artistas que vetaram transmissão em festivais no Brasil

A suposta foto, que não pode mais ser encontrada no perfil da artista, mostrava-a com um suéter preto com as palavras “HEROES” escritas no tecido. Um trecho da reclamação obtido pela Billboard alega: "Sem permissão ou autorização do Autor, a selecionou, copiou, armazenou e exibiu voluntariamente cada uma das Fotografias protegidas por direitos autorais do Autor."

Robert Barbera pediu indenização e penalidades dos lucros que Dua Lipa poderia ter feito com a fotografia no Instagram, na qual ela anuncia música, marca e interesses comerciais. O fotógrafo também alegou que tentou resolver o assunto com Lipa fora do tribunal. Após a cantora receber um rascunho da denúncia, a comunicação supostamente "desacelerou e acabou por parar."