Miley Cyrus interrompe show para falar de ataque de pânico: 'Queria ser honesta com meus sentimentos'

Cantora explicou como pandemia de covid-19 foi grande responsável pelo ataque de pânico antes da apresentação

Felipe Grutter (com supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 20/09/2021, às 09h52

None
Miley Cyrus (Foto: Kevin Winter / Getty Images para iHeartMedia)

Miley Cyrus interrompeu show para falar sobre ataque de pânico, segundo informações da Billboard. Como o site apontou, a cantora é o epítome de uma estrela pop confiante e uma artista no controle, quem apareceu nas telas e em grandes palcos desde antes de conseguir sequer andar e falar.

Mesmo assim, a dona de "Wrecking Ball" se sente para baixo em alguns dias. Durante apresentação na última sexta, 17, no Summerfest, festival dos Estados Unidos, Cyrus pôde sentir um ataque de pânico se aproximando dela. Ao invés de lutar ou fugir, decidiu discutir o problema com o público.

+++LEIA MAIS: Miley Cyrus oferece ajuda para 'educar' DaBaby após comentários homofóbicos; entenda

Por conta da pandemia de covid-19, a cantora, assim como todos os outros artistas do planeta, ficaram sem prática. "Como todo mundo, no último ano e meio estive trancada e isolada, e é muito impressionante estar de volta a um lugar que parecia uma segunda natureza. Estar no palco costumava ser como estar em casa, e isso não acontece mais devido ao tempo no passei em casa. Isso é muito drástico," explicou Miley Cyrus.

Estar envolvida na crise sanitária, continuou a estrela, "foi surpreendente e aterrorizante e sair dela também é um pouco assustador. Só queria ser honesta com meus sentimentos. Porque ao ser honesta sobre isso, deixa-me com menos medo." Ao final da apresentação, Cyrus declarou como este era "o melhor show do mundo."

+++LEIA MAIS: Lady Gaga, Rihanna, Miley Cyrus e mais: 7 icônicas cantoras pop que estrelaram filmes [LISTA]