Morre cantora Ludmila Ferber, aos 56 anos

A pastora e cantora gospel Ludmila Ferber lutava conta um câncer no pulmão

Redação Publicado em 27/01/2022, às 08h37 - Atualizado às 14h37

None
Ludmila Ferber (Foto: Reprodução/Instagram)

A pastora e cantora gospel Ludmila Ferber morreu aos 56 anos nesta quarta, 26 de janeiro; a artista lutava contra um câncer no pulmão, com metástases no fígado e nos ossos. A Sony Music Gospel, gravadora da cantora, confirmou a informação e prestou homenagem a Ferber, via G1.

Diagnosticada com a doença em 2018, a cantora declarou na época, via Quem: "'Em tempos de guerra, nunca pare de lutar.' Hoje estou entrando em um momento único e surpreendente da minha vida: o tratamento de quimioterapia. Mas, ainda que o ritmo de viagens para ministrações diminua durante um tempo, meu ministério não parou. E nem vai parar."

+++LEIA MAIS: Funk Gospel: Onde vive, como surgiu e quem escuta [ANÁLISE]

Ela acrescentou: "Sou grata por todo o amor e apoio que tenho recebido desde o diagnóstico e creio que já estou no caminho do meu milagre. Essa é a hora de profetizar profundamente as canções que tem abençoado a tantos por todos esses anos. Por favor, intercedam por mim, e, acima de tudo, alegrem-se, porque a glória da segunda casa será maior do que a primeira."

Segundo as informações, na última semana, Ferber teria iniciado o quinto tratamento contra a doença em um Hospital de São Paulo, via Metrópoles. Na segunda, 24 de janeiro, compartilhou um trecho da música "Buscar Tua Face é Preciso," em uma publicação no Instagram. 

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Ludmila Ferber (@pastoraludmilaferber)


A cantora iniciou a carreira solo em 1996, após deixar de integrar o grupo Koinonya, com o qual gravou 8 discos. Para o novo começo, lançou o primeiro álbum, Marcas. Ao longo da trajetória musical, compartilhou mais 12 álbuns de estúdio; o último, compartilhado em 2020, é intitulado Um Novo Começo. Ainda na carreira, são mais nove discos ao vivo, e um voltado ao público infantil, Meu Amigão do Peito.

Ludmila Ferber deixa três filhas: Daniela Ferber Lino, Ana Lídia Ferber Lino e Vanessa Ferber Lino.