Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone
Música / Luto

Morre Lanny Gordin, guitarrista brasileiro, aos 72 anos

Lenda da música nacional, Gordin foi fundamental para a Tropicália brasileira, e tocou com nomes como Gilebrto Gil, Caetano Veloso e Gal Costa

Lanny Gordin (Divulgação)
Lanny Gordin (Divulgação)

O guitarrista Lanny Gordin, considerado um dos mais influentes do Brasil, morreu nesta terça-feira (28), aos 72 anos. Peça fundamental do tropicalismo, Lanny participou de projetos ao lado de nomes como Gilberto Gil, Caetano Veloso e Gal Costa.

Lanny Gordin era o nome artístico de Alexander Gordin, chinês nascido em Xangai, filho de um russo com uma polonesa, como relembra a Folha de S. Paulo. No Brasil desde os seis anos, foi profundamente influenciado por Jimi Hendrix, em que se inspirou no início da carreira.

A morte de Gordin foi confirmada pela esposa do músico, Cristina. Lanny lutava há um mês com uma pneumonia e acabou não resistindo.

Trabalhos célebres de Lenny incluem Legal e Fa-Tal, de Gal Costa, Build Up, de Rita Lee, Carlos, Erasmo, Araçá Azul, de Caetano, e Expresso 2222, de Gil. 

Posteriormente, nos anos 2000, acabou lançando trabalhos autorais como Lanny Gordin, de 2001, e Lanny Duos, de 2007.

Em 2016, o músico foi diagnosticado com a síndrome de Guillain-Barré, doença autoimune contra a qual lutou por dois anos - e que acabou lhe rendendo efeitos permanentes.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!