Morre Sarah Dash, cantora de 'Lady Marmalade' e colaboradora dos Rolling Stones, aos 76 anos

Sarah Dash participou do grupo icônico de R&B norte-americano, Labelle, ao lado de Patti LaBelle, e colaborou com os Rolling Stones

Redação Publicado em 21/09/2021, às 16h17 - Atualizado em 25/09/2021, às 14h30

None
Sarah Dash (Foto: Theo Wargo/Getty Images)

"Lady Marmalade" é provavelmente uma das canções mais icônicas do R&B norte-americano. Como um dos destaques do disco Nightbirds, do grupo Labelle, lançado em 1974, a música chegou ao primeiro lugar da Billboard Hot 100 e foi considerada a 479ª na lista de 500 Melhores de Todos os Tempos, da Rolling Stone EUA. Sarah Dash, uma das vozes eternizadas pela faixa, morreu nesta segunda, 20 de setembro, aos 76 anos.

A informação foi confirmada pelo jornal britânico The Guardian, o qual também afirmou que a causa da morte não foi confirmada, apesar de a cantora ter comunicado à família como estava se sentindo mal nos últimos dias. 

+++LEIA MAIS: Lizzo, Jorja Smith e mais: 4 mulheres incríveis do novo R&B que você deveria ouvir agora

Patti LaBelle — também fundadora do grupo Labelle ao lado de Dash, Nona Hendryx e Cindy Birdsong — afirmou como a notícia "lhe partiu o coração" e descreveu a ex-companheira de banda como "incrivelmente talentosa, com uma alma linda e amorosa que abençoou minha vida e tantas outras de mais formas do que consigo dizer. Sempre pude contar com ela." As duas se apresentaram pela última vez há poucos dias, e Dash publicou um registro do momento em sua conta no Instagram. Confira abaixo:

 
 
 
 
 
View this post on Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

A post shared by Sarah Dash💙 (@sarahasindash)


Sarah Dash nasceu em Nova Jersey, nos Estados Unidos, em agosto de 1945. Mudou-se para Filadélfia ainda jovem, e conheceu as futuras companheiras de banda. Criaram um quarteto chamado Bluebelles (posteriormente, foram Patti LaBelle and the Bluebelles). Quando Birdsong deixou o grupo e se juntou às Supremes, o trio remanescente se tornou Labelle. Quando iniciou a carreira solo, a cantora chegou a lançar quatro discos e trabalhou com Keith Richards e os X-pensive Winos, além de ter gravado vocais para os Rolling Stones.

+++LEIA MAIS: Ícone do R&B, Brian McKnight enfatiza pré-aposentadoria e celebra reencontro com o lar: 'Melhor que a vida antes da pandemia' [ENTREVISTA]

Diversos artistas lamentaram a morte de Dash nas redes sociais. Um deles foi o astro do rock Lenny Kravitz, quem escreveu: "Outra lenda e artista deixou esse reino e foi para casa. Sarah Dash, um terço do super grupo LaBelle, deixa uma marca indelével no mundo da música. O trio feminino, Patti Labelle, Nona Hendrix, e Sarah Dash foram Afro-punk antes de existir o termo." Confira abaixo: