Ney Matogrosso está mais livre do que nunca em Nu Com A Minha Música: 'Estou chutando o balde' [ENTREVISTA]

Em entrevista à Rolling Stone Brasil, o músico falou sobre o processo de gravação e lançamento do disco Nu Com A Minha Música (2021)

Redação Publicado em 28/10/2021, às 13h38

None
Capa de Nu Com Minha Música (Foto: Marcos Hermes /Instagram)

Ney Matogrosso celebra seus 80 anos de idade com o disco Nu Com A Minha Música, lançado nas plataformas digitais na quinta, 28. Em entrevista à Rolling Stone Brasil, o ícone da música brasileira revela detalhes sobre o processo de gravação e lançamento do álbum.

"Como não poderia fazer uma festa, queria oferecer um disco. Demorou mais para os arranjos ficarem prontos do que… quando cheguei, tinha as músicas selecionadas, tinha escolhido quais músicas iam para qual produtor. Todos gostaram, porque é um repertório muito interessante."

+++ LEIA MAIS: Breve Festival 2022 anuncia line-up: Racionais MC's, Pitty, Ney Matogrosso, Djonga e mais

Nu Com A Minha Música foi gravado durante três meses com quatro produtores musicais: Sacha Amback, Marcello Gonçalves, Ricardo Silveira e Leandro Braga, os quais formaram quatro bandas.

O álbum conta com a canção-título, de Caetano Veloso, além de hits como "Gita" (Raul Seixas e Paulo Coelho), "Quase Um Segundo" (Herbert Vianna), "Espumas ao Vento" (Accioly Neto).

+++ LEIA MAIS: Rafael Rocha e Ney Matogrosso fazem dueto envolvente em clipe de 'Boca': 'Boca está aí para beijar e envenenar'

Para Matogrosso, o projeto foi um respiro em meio à pandemia de covid-19. "Olha, eu estava estacionado, como todo mundo. Isso foi um respiro dentro disso, né? Porque quando você se envolve com isso, você esquece que tem mundo, pandemia, presidente e políticos."

O artista espera que o disco ajude os fãs, assim como ajudou ele. "Se me ajudou, pode ajudar [outros]. Não pensem que tenho essa preocupação de ter utilidade pública, mas, nesse momento, me ocorreu isso, porque é um momento muito sombrio da nossa história."

+++ LEIA MAIS: Ney Matogrosso entrevista Duda Brack, Duda Brack entrevista Ney Matogrosso: Pulsações artísticas, sexualidade e experimentações

Matogrosso também falou sobre a liberdade, a qual o acompanha desde o início da carreira e ficou mais intensa nos últimos tempos. "Sempre tive [liberdade]. Agora então, estou chutando o balde. Eu não devo satisfação a ninguém. Eu achava que as pessoas esperavam que eu desse [justificativas]. No momento, isso nem passa pela minha cabeça."

Confira a entrevista completa com Ney Matogrosso: