Nirvana: Bebê da capa de Nevermind pede para genitália não ser usada em edição de 30 anos

Maggie Mabie, advogada de Spencer Elden, criticou a capa de Nevermind e afirmou como quer 'acabar com essa exploração infantil e violação de privacidade'

Felipe Grutter (com supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 24/09/2021, às 09h51

None
Capa de Nevermind (Foto: Divulgação)

Spencer Elden, quem foi bebê na piscina da capa de Nevermind (1991), pediu para Nirvana e a gravadora Universal censurarem genitália em edição de 30 anos do disco. Elden também processou a banda anteriormente a respeito do uso da imagem dele, e reclamou sobre não ser devidamente pago.

Segundo TMZ, Maggie Mabie, advogada de Elden, disse como é hora de "acabar com essa exploração infantil e violação de privacidade." A representante também afirma como o cliente precisa se preparar constantemente para receber atenção quando Nevermind celebra aniversário.

+++LEIA MAIS: Bebê da capa de Nevermind está ressentido porque todos ficaram ricos, menos ele

"Se houver um relançamento do 30º aniversário, ele quer que o mundo inteiro não veja os órgãos genitais," continuou Mabie no processo. "Cobain escolheu a imagem de Spencer - como um garoto de programa - colocando uma nota de um dólar pendurada em um anzol na frente do corpo nu, com o pênis explicitamente exposto."

Spencer Elden chegou a recriar a foto no passado, mas sempre cobria as partes íntimas, segundo LADbible. A opinião dele sobre a imagem também mudou ao longo dos anos. Com o passar do tempo, claramente se tornou mais negativo e contrário em relação à capa. Em 2015, afirmou como era "legal, mas estranho fazer parte de algo tão importante que nem me lembro. Seria bom ganhar 25 centavos de quem viu meu pênis bebê."

+++LEIA MAIS: Nirvana: Krist Novoselic ironiza polêmica sobre ‘Nevermind’ com ‘capa alternativa’