Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

O detalhe curioso que faz Amy Lee adorar Lana Del Rey como cantora

Líder do Evanescence revelou seus 11 vocalistas favoritos de todos os tempos; uma das escolhas é Elizabeth Woolridge Grant

Amy Lee e Lana Del Rey (Getty Images)
Amy Lee e Lana Del Rey (Getty Images)

Ao estourar no início da década de 2010, Lana Del Rey conquistou admiração dentro e fora do universo pop. A cantora americana construiu uma sonoridade bem própria, explorando referências que vão do pop barroco ao indie, sempre com uma pegada vintage e quase cinematográfica.

Uma de suas grandes fãs é Amy Lee. A cantora do Evanescence expressou admiração pela voz de “Summertime Sadness” em entrevista à Revolver.

Na ocasião, Amy ficou responsável por eleger seus 11 vocalistas favoritos de todos os tempos - e Lana conseguiu uma vaga no ranking. Ao manifestar sua predileção, ressaltou uma característica um tanto curiosa:

“Lana Del Rey tem que estar na minha lista. Gosto de como as palavras saem de sua boca quando canta.”

Lee, porém, tem algumas pequenas restrições ao trabalho de Del Rey. Além de gostar mais das versões do que das composições próprias da artista, a líder do Evanescence destacou que a colega “não é uma cantora perfeita”, sem se aprofundar em suas lacunas.

“Normalmente, acabo gostando mais dos covers que ela faz do que das versões originais. Não é uma cantora perfeita, mas interpreta com muita paixão.”

Releituras por Lana Del Rey

Ao longo de sua carreira, Lana Del Rey reinterpretou diversas canções, geralmente de artistas de outras gerações. O álbum Ultraviolence (2014), por exemplo, traz uma regravação de “The Other Woman”, composição de Jessie Mae Robinson famosa na voz de Nina Simone. A lendária artista falecida em 2003 também foi homenageada com “Don’t Let Me Be Misunderstood”, presente no disco Honeymoon (2015).

Já em Chemtrails over the Country Club (2021), foi a vez de prestar tributo a Joni Mitchell, com uma versão de “For Free” que ainda teve participações de Zella Day e Weyes Blood. Em outras ocasiões, ela fez releituras de músicas do Sublime (“Doin’ Time”), Donovan (“Season of the Witch”), Mary Costa + Bill Shirley (“Once Upon a Dream”, trilha do filme A Bela Adormecida), entre outros.

Outras favoritas de Amy Lee

Ainda durante a entrevista à Revolver, Amy Lee citou as cantoras Björk, Beth Gibbons (Portishead) e Whitney Houston em meio a suas escolhas de favoritos. Já com relação aos homens, marcaram presença nomes como Freddie Mercury (Queen), Andrea Bocelli, Zack de la Rocha (Rage Against the Machine) e Chris Cornell (Soundgarden, Audioslave), entre outros.

Amy Lee (Getty Images)
Amy Lee (Getty Images)

Sobre Houston, uma das escolhas mais distantes do rock, Lee pontuou que tentava imitá-la ainda durante sua juventude.

“Uma grande influência para mim na infância. Lembro de ouvir seus discos e ficar rebobinando a fita para pegar os detalhes e tentar imitar.”