Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone
Música / Eita!

Oasis: Noel Gallagher acusa Liam de 'reescrever a história' do 'terrível' fim da banda

Comentários de Noel Gallagher chegaram após Liam anunciar turnê comemorativa do primeiro disco do Oasis; entenda

Noel e Liam Gallagher formavam o Oasis (Foto: Press Association via AP Images)
Noel e Liam Gallagher formavam o Oasis (Foto: Press Association via AP Images)

Por mais que a dupla formada pelos irmãos Noel e Liam Gallagher seja uma das mais célebres da história da música, que rendeu hits como "Wonderwall," "Live Forever," "Champagne Supernova" e "Don't Look Back in Anger," eles não possuem uma boa relação. Agora, Noel acusou o irmão de "reescrever a história" do terrível ano final do Oasis.

Vale destacar como essa declaração vem após Liam anunciar turnê para comemorar 30 anos do lançamento de Definitely Maybe, primeiro disco de estúdio do grupo, sem a presença de Noel. A série de shows deve contar com Paul Arthurs, ex-guitarrista do Oasis mais conhecido como Bonehead.

+++LEIA MAIS: O álbum clássico do Oasis que Noel Gallagher 'odeia'

Segundo informações do Daily Star (via NME), Noel relembrou como a banda teve um último ano "terrível," e como ele não queria desperdiçar a vida como uma pessoa “infeliz.” "A última turnê não foi feliz. O outro cara está tentando reescrever a história de que tudo foi ótimo. Não foi," teria dito o artista. No X/Twitter, Liam alegou como Noel foi contatado e se recusou a participar da turnê em questão.

Foi um último ano horrível para cara*** para o Oasis. Você tem uma chance de vida. Por que ser infeliz? Seja na sua vida pessoal ou profissional, por quê? Você está apenas desperdiçando uma coisa preciosa.

Por que Noel Gallagher acha o Oasis a melhor banda da geração

O Oasis lançou seu primeiro álbum em 1994 e, a partir daí, ajudou a redefinir o rock daquele período. O sucesso foi tamanho que as vendas estimadas de seus três primeiros discos, disponibilizados na década de 1990, ultrapassa as 40 milhões de unidades em todo o mundo.

+++LEIA MAIS: Oasis era 'uma banda punk com melodias dos Beatles', diz Noel Gallagher

Hoje, Noel Gallagher diz que acreditava piamente nesse êxito. Até porque, na opinião do guitarrista e compositor, o Oasis era a melhor banda de sua geração. Em entrevista à Mojo(via site Igor Miranda), Noel revelou a percepção que tinha, ainda na época, de seu próprio trabalho. O músico disse que ele e seus colegas tinham uma “crença inabalável” no projeto mesmo antes de ter composto seu primeiro hit, "Supersonic."

Todo mundo que escutou as demos do que viria a ser Definitely Maybe [primeiro álbum] estava pirando, então queríamos aproveitar o momento. Quando chegou a hora, estávamos prontos. Todo minuto que passava acordado, sabia que [o sucesso] iria acontecer.

A análise de Noel vai além. O guitarrista entende que sua banda, cujas atividades foram encerradas em 2009, era superior a outras da mesma geração — e chegou a dar até exemplos de grupos que não estavam no mesmo patamar, todos eles britânicos, como Blur, Suede e Pulp. Ele explica o porquê:

Naquele tempo, eu escutava Blur, Pulp ou Suede no rádio e pensava: ‘f#dam-se esses idiotas’. Olhando para trás, era uma época incrível para música independente, ou seja lá como você queira chamar. Mas a gente estava pronto pra tomar conta de tudo. Estávamos prontos para varrer o chão com todo mundo. Eu achava que o Blur, Pulp, Stone Roses, The La’s, seja lá que fosse, eram ótimas pessoas e tinham uma ou duas músicas ótimas, mas a gente tinha doze. Seja lá o quão barulhentos fossem, a gente era mais. O quão rápido eles tocavam, a gente era mais rápido. O quão bons eles fossem, a gente iria superar. Eram todas grandes bandas, mas nós éramos melhores. Simples assim.

Noel Gallagher, Oasis e a grandeza

Ainda de acordo com Noel Gallagher, o Oasis tinha ambições maiores, o que levou a tal superioridade. “Minhas ambições sempre foram bem maiores que simplesmente lotar o Brixton Academy [casa com capacidade para 4,9 mil pessoas em pé ou 2,3 mil sentadas]. Toda banda que eu conhecia tinha essa ambição, talvez até fazer duas noites. Eu não ligo pro Brixton Academy ou John Peel. Nós queríamos a coroa do U2. Uma vez que você compõe ‘Rock and Roll Star’, ‘Live Forever’, ‘Supersonic’, ‘Slide Away’, é tipo: ‘p#rra, todo mundo sai da frente agora’.”

Segredo para o sucesso

Na visão de Liam Gallagher, vocalista e irmão de Noel, o segredo para todo o sucesso do Oasis esteve no período entre 1991 e 1994, quando o grupo ainda não era “ninguém”. Em entrevista à BBC Radio 2 (via Far Out), o cantor destacou que a intensa agenda de shows em pequenas casas noturnas da Inglaterra ajudou a construir público e deixar todo mundo preparado para futuras oportunidades.

Eles, inclusive, decidiram priorizar o palco em vez da imprensa e de outras formas de divulgação. Liam entende que muitos artistas estão buscando fazer o contrário nos dias de hoje, algo questionável em sua opinião.

Ainda chegávamos à garotada sem estar na revista porque estávamos fazendo shows. É isso que muitas pessoas se esqueceram, sabe? O Oasis não ficou grande por causa de algumas pessoas no rádio ou algumas pessoas em uma revista que nos exaltaram. O Oasis cresceu porque saíamos para nos apresentar, tocávamos todas as noites e atingíamos a molecada dessa maneira.

O cantor deixou claro que não reduz a importância dos veículos de comunicação. Porém, segundo ele, o palco é sagrado. “Obviamente a cobertura da imprensa ajuda um pouco, mas sempre chegávamos ao nosso público porque estávamos fazendo o que deveríamos fazer. Já essas bandas de hoje em dia, nenhuma delas quer entrar em uma van e fazer um show.”