Ozzy Osbourne: Música vencedora do Grammy começou com piada; entenda

“I Don’t Want to Change the World”, de Ozzy Osbourne, ganhou o Grammy de Melhor Performance de Metal em 1994

Redação Publicado em 12/10/2021, às 13h20

None
Ozzy Osbourne (Foto: Mark Von Holden / Invision / AP)

A inspiração para uma música de sucesso pode vir de qualquer lugar, inclusive de uma piada. Este é o caso de ​​“I Don’t Want to Change the World,” canção de Ozzy Osbourne que ganhou o Grammy de Melhor Performance de Metal em 1994. (Via Ultimate Classic Rock)

Em entrevista ao 95.5 KLOS, o guitarrista Zakk Wylde relembrou o processo de criação da canção para o disco No More Tears (1991), o qual surgiu espontaneamente e conquistou o ex-integrante do Black Sabbath.

+++ LEIA MAIS: Ozzy Osbourne confirma parcerias incríveis para o próximo disco: 'É interessante trabalhar com outra pessoa'

“Eu estou sentado apenas tocando, improvisando este riff. Eu parava o riff e dizia: 'Moro em casa com meus pais; Eu não tenho emprego; e eu tenho gonorreia '- [sobre] como você nunca vai conseguir um encontro com uma garota."

Wylde continuou e disse: “Então Ozzy entra na sala e pergunta: 'O que foi isso?' E eu falo: 'Do que você está falando?' Ele diz: 'Aquele riff que você estava tocando!' Eu fico: 'É uma piada, Ozz.' Ele fala: 'Lembre-se desse riff; vamos usá-lo.' Então, a próxima coisa que você sabe, a música ganha um Grammy."

+++ LEIA MAIS: Ozzy Osbourne fará cirurgia na coluna e pescoço após queda feia em 2019

Zakk Wylde começou a trabalhar com Ozzy Osbourne nos anos 1980 e, desde então, participou da gravação de inúmeros discos do Príncipe das Trevas, comoNo Rest for the Wicked (1988), Ozzmosis (1995) e Black Rain (2007). Wylde também é fundador, guitarrista e vocalista da banda de heavy metal Black Label Society.