Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Pai de Britney Spears diz que tutela salvou cantora: 'Não sei se ela estaria viva'

Jamie Spears se pronunciou pela primeira vez após o fim da tutela de 13 anos que teve sob a cantora

Redação Publicado em 19/12/2022, às 17h15

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Britney Spears no documentário I Am Britney Jean (Foto: Divulgação / NBCUniversal / Getty Images)
Britney Spears no documentário I Am Britney Jean (Foto: Divulgação / NBCUniversal / Getty Images)

Jamie Spears, pai da cantora Britney Spears, se pronunciou pela primeira vez após o fim da tutela que tinha sob a filha. Há mais de dez anos sem dar entrevistas, o empresário revelou que medidas protetivas aplicadas por ele foram necessárias para salvar a filha.

Em entrevista divulgada pelo Daily Mail, ele admitiu que, após 13 anos da tutela de Britney, a cantora não estaria viva sem seus cuidados, e reforçou seu amor "com todo coração e alma", mas revelou lamentando que "a família está uma bagunça".

+++ LEIA MAIS: Britney Spears desabafa em carta aberta aos filhos: 'Tentei o meu melhor'

Para Jamie, a tutela não foi boa apenas para a cantora, mas também para sua relação com os filhos da Princesa do Pop - Jayden James, de 16 anos, e Sean Preston, de 17 - sendo "uma ótima ferramenta" para a cantora obter o direito de visitar os filhos novamente.

Sinto muita, muita falta dos meus dois garotos. Você sabe, nós éramos muito, muito próximos. Eles estavam naquela idade em que você poderia começar a se divertir com eles. Mas eles estavam desenvolvendo uma mente própria. Deus faz as coisas acontecerem por uma razão. Não sei qual é o motivo, mas foram três anos difíceis sem eles".

+++ LEIA MAIS: Britney Spears diz que documentários sobre sua vida são 'lixo e nada além de lixo'

Traumatizada

Britney Spears foi às redes sociais revelar que não deve voltar a fazer shows. A notícia foi divulgada em uma publicação no Instagram, deletada logo depois. Segundo a cantora, experiências traumatizantes impossibilitam retorno aos palcos.

"Estou tão traumatizada na vida e provavelmente nunca vou performar de novo, só porque sou teimosa e vou provar o meu ponto," afirmou. Entre os exemplos de traumas gerados pela tutela gerenciada pela família, Spears citou falta de controle criativo — apenas os visuais para a faixa "Work Bitch," lançada durante o período, agradaram à cantora.