Pink Floyd: Nick Mason escreve carta para Charlie Watts, dos Rolling Stones: ‘O mais subestimado dos grandes bateristas de rock’

Após a morte de Charlie Watts, Nick Mason escreveu carta póstuma ao baterista dos Rolling Stones - que se tornou uma bela homenagem

Vitória Campos (sob supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 25/08/2021, às 20h44

None
Nick Mason (Foto: Andrew Redington/Getty Images) e Charlie Watts (Foto: Kevin Winter/Getty Images)

A morte de Charlie Watts, lendário baterista dos Rolling Stones, aos 80 anos, comoveu o mundo da música - e Nick Mason, baterista do Pink Floyd, publicou uma linda carta póstuma em homenagem ao artista. 

Nomes icônicos do rock como Paul McCartney, Ringo Starr e Patti Smith lamentaram a morte de Watts, mas o texto de Mason se destaca pela maneira sensível de definir o músico como "o mais subestimado de todos os grandes bateristas do rock.” Confira o texto publicado por Nick Mason

+++LEIA MAIS: Para relembrar Charlie Watts: As 10 melhores músicas dos Rolling Stones [LISTA]

"É tão triste perder Charlie."

"Provavelmente ele foi o mais subestimado dos grandes bateristas de rock 'n' roll. Sem aulas magnas ou livros tutoriais, sem solos, sem ginásticas extravagantes, apenas exatamente com o sentimento certo para a música. Às vezes você só percebe como era perfeito quando tenta imitar aquela parte, e percebe como foi construída de forma simples para funcionar muito melhor do que todas as alternativas."

+++LEIA MAIS: Os bastidores de Exile on Main St., obra-prima dos Rolling Stones [ARQUIVO RS]

"Nunca ouvi uma versão melhor de uma parte de bateria de uma música dos Rolling Stones do que a original de Charlie… E seu trabalho com orquestra de jazz indicou que não se restringisse a uma seção rítmica de R&B."

"E isso só falando da música… Há também o reconhecimento de que ele foi, possivelmente - não, provavelmente - a figura mais legal no palco na história do rock. Tudo bem ficar rodando pelo palco inteiro, mas para restringir sua performance a tirar seu blazer e pendurar atrás da cadeira você tem que ser especialmente zen!"

+++ LEIA MAIS: Rolling Stones: quando Charlie Watts socou Mick Jagger por ser chamado de ‘meu baterista’ [FLASHBACK]

"Descanse em paz, Charlie. E obrigado pelo que você deu a tantas pessoas que aprenderam com você."

"Nick Mason, 24 de agosto de 2001."

+++LEIA MAIS: Não tem bateria em casa? Charlie Watts, dos Rolling Stones, toca instrumento imaginário em vídeo do One World: Together at Home

Morte de Charlie Watts, lendário baterista dos Rolling Stones

O baterista Charlie Watts, da banda Rolling Stones, morreu aos 80 anos na última terça, 24 de agosto, em Londres, ao lado da família. A informação foi confirmada pelo agente do músico, Bernard Doherty, em comunicado para a imprensa britânica. 

Charlie Watts permaneceu no posto de baterista dos Rolling Stones até o momento de sua morte. Mick Jagger, Keith Richards e Brian Jones o convidaram para entrar no grupo após vê-lo tocando blues na banda Blues Incorporated

+++LEIA MAIS: Charlie Watts, o baterista inimitável dos Rolling Stones, morto aos 80


+++ CONFIRA TUDO SOBRE A BANDA 5 SECONDS OF SUMMER!