Queen: Roger Taylor quase riu quando ouviu Freddie Mercury cantar pela primeira vez; entenda

Roger Taylor, baterista do Queen, descreveu a reação na audição de Freddie Mercury para a banda e afirmou: "Não tinha a voz desenvolvida"

Dimitrius Vlahos (sob supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 30/09/2021, às 14h04

None
Freddie Mercury, do Queen, em 1985 (Foto: Mark Allen / AP Photo)

Apesar de eleito o melhor cantor do mundo, nem sempre foi assim para Freddie Mercury. O icônico vocalista do Queen não tinha domínio completo das habilidades vocais quando começou na banda, como expicou Roger Taylor, baterista.

Para ele, Mercury era algo como “extremo”, contou ao The Daily Telegraph. “Fiquei tentado a rir [na audição], porque ele não tinha a voz desenvolvida. Não tinha o controle que atingiu depois.”

+++ LEIA MAIS: Freddie Mercury é o maior cantor de todos os tempos, diz a ciência

Taylor também ressaltou uma gama de “talentos escondidos” em Freddie, além de serem “grandes amigos.” Conheceram-se no Imperial College de Londres, em 1968. “Tínhamos uma loja no Kensington Market, e [Mercury] era tão encantador, era ótimo estar perto dele.”

Mercury não foi o primeiro vocalista na banda de Roger Taylor e Brian May. Tim Stafell era baixista e cantor quando ainda não se chamavam Queen, mas Smile. Com a saída de Stafell em 1970, Freddie aproveitou a oportunidade e pediu para assumir o posto. 

+++ LEIA MAIS: Qual música Freddie Mercury escreveu em 10 minutos - e para quem foi?


Mercury ainda tocaria com o Queen?

Para Brian May, guitarrista, o carismático vocalista continuaria com a banda hoje em dia. “Diria: ‘Preciso fazer meu trabalho solo,’ mas voltaria para a família.” 

May também destacou a presença de Mercury na vida dele: “É engraçado, sinto cada vez mais como se estivesse conosco de alguma forma. Talvez, virei um romântico, mas Freddie está em todos os meus dias [...] Está sempre em meus pensamentos e posso sentir o que diria em determinada situação. 'Oh, qual seria o pensamento de Freddie? Ah, gostaria disso, riria disso’. Faz parte do nosso legado,” disse à Greatest Hits Radio.

+++ LEIA MAIS: Freddie Mercury ainda tocaria no Queen se estivesse vivo? Brian May responde

Em 5 de setembro de 2021, Freddie Mercury completaria 75 anos. Morreu de pneumonia em resultado da AIDS em 1991. Taylor e May publicaram homenagens ao cantor nas redes sociais. Brian destacou como é uma data difícil, com “sentimentos não resolvidos de arrependimento":

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Brian Harold May (@brianmayforreal)

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por rogertaylorofficial (@rogertaylorofficial)