Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone
Música / Fim da banda

Rage Against the Machine 'não tocará ao vivo novamente', diz baterista

Brad Wilk, baterista do Rage Against the Machine, anunciou o fim da banda nesta quarta-feira, 3

Redação Publicado em 04/01/2024, às 11h29

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Rage Against the Machine (Foto: Niels Van Iperen/Reprodução/Instagram)
Rage Against the Machine (Foto: Niels Van Iperen/Reprodução/Instagram)

Pela terceira vez, o Rage Against the Machine chegou ao fim. Na noite desta quarta-feira, 3, o baterista Brad Wilk publicou texto afirmando que a banda não voltará aos palcos:

Sei que muitas pessoas estão esperando que a gente anuncie novas datas de turnê para todos os shows do RATM cancelados. Não quero mais prender vocês ou eu mesmo. Então, ainda que tenha havido alguma comunicação de que isso poderia acontecer no futuro... Quero que saibam que o RATM (Tim, Zack, Tom e eu) não estará em turnê ou tocando ao vivo novamente. Peço desculpas a quem estava esperando que isso acontecesse... Eu realmente queria que acontecesse.

Formado por Zack de la Rocha, Tim Commerford, Tom Morello e Wilk, no início dos anos 1990, o grupo fez a primeira pausa em 2000, quando Rocha seguiu outros passos. Os integrantes remanescentes, então, deram vida ao Audioslave, com Chris Cornell, que saiu da banda em 2007. No mesmo ano, o Rage Against the Machine se reuniu novamente e fez o que seria o último show, em 2011, no L.A. Rising.

Em 2020, a banda anunciou uma nova turnê. Com a pandemia, as apresentações foram adiadas para 2022. O vocalista, no entanto, rompeu o tendão de aquiles, o que forçou o cancelamento das demais datas.