Red Hot Chili Peppers: 4 fatos que você (provavelmente) não sabia sobre Blood Sugar Sex Magik [LISTA]

Responsável por lançar os Red Hot Chili Peppers ao estrelato, Blood Sugar Sex Magik completa 30 anos nesta sexta, 24

Vitória Campos (sob supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 24/09/2021, às 18h53

None
Capa de Blood Sugar Sex Magik dos Red Hot Chili Peppers (Foto: Reprodução)

Disco responsável por lançar os Red Hot Chili Peppers ao estrelato, Blood Sugar Sex Magik (1991) completou 30 anos nesta sexta, 24 de setembro. O álbum foi o primeiro projeto do grupo com o produtor Rick Rubin e conta com grandes sucessos como “Give It Away,” "Under the Bridge" e mais. 

O disco vendeu mais de 13 milhões de cópias ao redor do mundo e alcançou a terceira posição na parada musical da Billboard 200. Pensando nisso, confira quatro fatos curiosos sobre Blood Sugar Sex Magik, segundo a Rolling Stone EUA:

+++ LEIA MAIS: Red Hot Chili Peppers anuncia turnê com John Frusciante em vídeo hilário; assista


Solos de guitarra de John Frusciante se limitavam a uma ou duas tentativas 

Grande parte das faixas de Blood Sugar Sex Magik foram gravadas ao vivo - inclusive os solos de guitarra de John Frusciante. “Muitos dos solos de John são músicas básicas, gravadas ao vivo com o resto da banda,” explicou Flea ao Guitar World .

Ele ainda completou: “A filosofia de John era que ele tocaria um solo apenas duas vezes. Ele tocaria uma vez, e se não gostasse ou nós não gostássemos, ele tocaria de novo - mas de maneira completamente diferente.”

+++ LEIA MAIS: Red Hot Chili Peppers: Produtor chorou ao ver 1º ensaio com John Frusciante


A banda relutou em trabalhar com Rick Rubin 

Rick Rubin tinha um bom histórico como produtor e teve uma parceria de sucesso com a banda posteriormente - mas, a princípio, os Red Hot Chili Peppers relutaram em trabalhar com ele no quinto disco do grupo. 

“Ele gosta de todas essas bandas negativas como Slayer e Danzig. Os Red Hot Chili Peppers sempre tiveram uma energia totalmente positiva. Nunca vai funcionar. 'Mas então você conhece o cara e vê o quão legal ele realmente é,” revelou Anthony Kiedis à revista BAM.

+++ LEIA MAIS: Nirvana: Por que John Frusciante, do Red Hot Chili Peppers, não é fã de Nevermind?


O grupo tocou ‘Breaking the Girl’ apenas uma vez em toda a turnê

Mesmo sendo um grande sucesso da rádio, "Breaking the Girl" era uma canção incomum para o som dos Red Hot Chili Peppers - e foi tocada apenas uma vez na turnê Blood Sugar Sex Magik: em 16 de outubro de 1991. “Nós tentamos tocar ‘Breaking the Girl’ e tudo desmoronou. Mas o resto do show foi bem,” explicou Kiedis (via Rolling Stone EUA).


'I Could Have Lied' é sobre breve relacionamento de Kiedis com Sinéad O’Connor

Kiedis teve um breve relacionamento com Sinéad O’Connor, e ficou desolado quando a compositora irlandesa terminou com ele por uma mensagem na secretária eletrônica. Como forma de superar o término, Kiedis e Frusciante ficaram acordados durante a noite toda escrevendo “I Could Have Lied.” 

+++ LEIA MAIS: História do Red Hot Chili Peppers ganhará novo podcast