Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Renaissance: Por que Beyoncé demorou tanto para lançar o novo disco?

Beyoncé lançou Renaissance cerca de seis anos após lançar nenhum disco de estúdio solo

Redação Publicado em 29/07/2022, às 16h09

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Beyoncé (Foto: Mason Poole)
Beyoncé (Foto: Mason Poole)

Após muito mistério e fãs ansiosos em ver o próximo passo de Beyoncé, a cantora finalmente lançou um disco solo, intitulado Renaissance, lançado nesta sexta, 29. Esse é o sétimo álbum de estúdio da cantora estadunidense, sucessor do aclamado Lemonade, de 2016.

Mesmo sem ter um trabalho solo na música nesses cerca de seis anos, Beyoncé fez muita coisa, seja na indústria fonográfica ou da moda. Toda essa demora foi justificada, especialmente com a qualidade que a dona de "BREAK MY SOUL" faz em todos aspectos da carreira.

+++LEIA MAIS: Renaissance: Disco de Beyoncé tem Drake, Pharrell Williams e mais como compositores

Veja, abaixo, alguns motivos que fizeram a artista atrasar um pouco o lançamento de Renaissance:


Filhos

Em 2017, Beyoncé e o marido, Jay-Z, tiveram mais dois filhos, os gêmeos Rumi e Sir Carter. Esse fato pode ter feito a cantora se afastar um pouco da música para cuidar deles, assim como da filha mais velha - e também vencedora de um Grammy -, Blue Ivy Carter.

+++LEIA MAIS: Os melhores discos de Beyoncé segundo o The New York Times


Ivy Park

Não é somente de impactar o mundo da música que se vive uma Beyoncé. A cantora também possui forte influência na moda e fundou a marca Ivy Park, cuja empresa-mãe é Parkwood Entertainment (também criada pela própria Beyoncé Knowles).

Esse projeto é uma empresa e uma linha de roupas esportivas e de ginástica, cujos produtos comercializados incluem tops, calças, roupas de banho e acessórios que variam entre US$ 30 e US$ 200. Em 4 de abril de 2019, Beyoncé anunciou uma colaboração inovadora entre Ivy Park e Adidas.

+++LEIA MAIS: Renaissance: A história do look utilizado por Beyoncé em capa do novo álbum

Esse acontecimento marcou o relançamento da empresa após se desvincilhar da varejista Topshop. Além disso, também teve como objetivo colocar sapatos e roupas de estilo de vida. A cantora falou sobre essa parceria na época:

"Esta é a parceria de uma vida para mim. A Adidas teve um tremendo sucesso ao ultrapassar limites criativos. Compartilhamos uma filosofia que coloca a criatividade, o crescimento e a responsabilidade social na vanguarda dos negócios. Estou ansiosa para relançar e expandir o Ivy Park em uma escala verdadeiramente global com um líder dinâmico e comprovado.

The Carters

De volta à música, Beyoncé e Jay-Z firmaram uma parceria musical com o duo The Carters. Com esse projeto, o casal lançou o disco Everything Is Love no dia 16 de junho de 2018. O álbum de nove faixas conta com músicas como "APESHIT," "SUMMER" E "BOSS."

+++LEIA MAIS: Renaissance: Beyoncé dedica novo disco ao tio que morreu de HIV


Homecoming: The Live Album

Quase um ano após o lançamento de Everything Is Love, a cantora lançou o quinto disco de músicas ao vivo da carreia: Homecoming: The Live Album. Gravado entre 14 e 21 de abril de 2018 no Coachella Valley Music and Arts Festival e lançado no dia 17 de abril de 2019, o álbum veio acompanhado do documentário Homecoming, disponível na Netflix.


The Lion King: The Gift

Nos cinemas, Beyoncé ficou responsável pela trilha sonora de O Rei Leão (2019), remake do clássico de 1994 com visuais realistas, além de interpretar a leoa Nala. Com lançamento em 19 de julho de 2019, o trabalho foi utilizado para Black Is King, filme musical e álbum visual que serve como complemento do álbum.

+++LEIA MAIS: Beyoncé celebra lançamento de Renaissance com lyric videos e fala sobre vazamento do disco