Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Robbie Williams defende Copa do Mundo no Catar: 'Seria hipócrita por não ir'

Escalado para tocar na Copa do Mundo no Catar, Robbie Williams criticou músicos que rejeitaram proposta

Redação Publicado em 19/11/2022, às 15h39

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Robbie Williams (Foto: Andreas Rentz/Getty Images)
Robbie Williams (Foto: Andreas Rentz/Getty Images)

Robbie Williams defendeu Catar e criticou músicos que rejeitaram se apresentar na cerimônia de abertura da Copa do Mundo de Futebol de 2022. Para o artista, seria impossível boicotar todos os países que violam direitos humanos.

"Claro, eu não perdoo qualquer abuso de direitos humanos em qualquer lugar. Mas, com isso dito, se não perdoarmos violações de direitos humanos, então teríamos as menores turnês que o mundo já viu. Eu não conseguiria tocar na minha própria cozinha," afirmou Robbie em entrevista ao jornal italiano Il Venerdì di Repubblica (via Stereogum).

+++ LEIA MAIS: Badaui, do CPM 22, critica atitudes de Neymar antes da Copa: 'Fod*-se a seleção'

O músico ainda acusou colegas de hipocrisia: "Todos enviando mensagens dizendo 'Não ao Catar' também estão fazendo isso com a tecnologia chinesa? Seria hipócrita não ir ao Catar por causa dos outros lugares que eu vou."  

Dua Lipa foi uma das artistas que se recusou a participar da Copa. A cantora escreveu nos stories dizendo que pretende visitar o Oriente Médio apenas quando a região cumprir todas "as promessas de direitos humanos que fez quando ganhou o direito de sediar a Copa."

+++ LEIA MAIS: Dua Lipa nega que se apresentará na abertura da Copa do Mundo no Qatar

Williams se apresenta no Doha Golf Club, no dia 8 de dezembro. A Anistia Internacional pediu que o cantor considerasse utilizar a plataforma para "falar publicamente sobre como o Catar lida com os direitos humanos."