Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Rolling Stone Talks: novo encontro com artistas debate o futuro da música

Com apoio da RDC Hotels e da Hard Rock Hotels, evento reuniu expoentes da música no Rio de Janeiro para debater tendências da indústria na última terça-feira (18)

Redação Publicado em 19/07/2023, às 12h17

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Rebecca, integrantes da Fuze, Tibi e Leonel Reyes (Fabrizia Granatieri)
Rebecca, integrantes da Fuze, Tibi e Leonel Reyes (Fabrizia Granatieri)

A primeira edição do Rolling Stone Talks uniu música, indústria e tendência, direto do Rio de Janeiro nesta terça-feira (18). Por lá, uma série de artistas, empresários, produtores e influenciadores se encontraram em uma experiência exclusiva e limitada para debater o futuro da música - o tema do encontro.

Leonel Reyes e Luis Maluf (Fabrizia Granatieri)
Leonel Reyes e Luis Maluf (Fabrizia Granatieri)

Organizado pela Rolling Stone Brasil com apoio da RCD Hotels e da Hard Rock Hotels, o evento foi uma iniciava da publicação para promover encontro entre profissionais da indústria com os mais variados perfis. Nesse sentido, além dos músicos convidados, também estiveram presentes insiders e influenciadores da viagem e da música, a convite de Leonel Reyes, diretor corporativo da RCD Hotels para a América Latina, e das unidades Cancun, Punta Cana, Riviera Maya, Los Cabos e Vallarta do Hard Rock Hotel.

"A música nunca vai sumir, vai mudar, como o mundo inteiro está mudando. Mas a música vai continuar. Ela é emoção. Só lembranças. É um sentimento que conecta a todo mundo - e obviamente a nós da RCD. É uma lembrança daquela praia, daquela viagem, daquele momento único. É isso o que temos de manter, hoje e sempre", diz Reyes.
Romulo Ferro, Rebecca, Leonel Reyes, DJ Scarlet e Tibi (Fabrizia Granatieri)
Romero Ferro, Rebecca, Leonel Reyes, DJ Scarlet e Tibi (Fabrizia Granatieri)

Tibi (Fabrizia Granatieri)
Caption

Convidados pela Rolling Stone Brasil, quem compareceu foram Rebecca, Romero Ferro, Tibi, Lili, Carolzinha, além dos artistas da banda Fuze e do Ponto de Equilíbrio. A ideia foi unir nomes de diferentes gêneros e gerações para um intercâmbio de experiências.

Fuze e Ponto de Equilíbrio (Fabrizia Granatieri)
Fuze e Ponto de Equilíbrio (Fabrizia Granatieri)

Lili (Fabrizia Granatieri)
Lili (Fabrizia Granatieri)

No evento, os artistas pontuaram avanços e caminhos para a indústria, como uma música mais descentralizada das plataformas, mais diversa e global, sem perder as origens.

"Espero cada vez mais autenticidade, que os artistas possam passar cada vez mais verdade com a música, com a estética, em todas as áreas", diz Carolzinha, da dupla Carol & Vitória, cantora e compositora, habitué do pop nacional com letras para músicas de Juliette, IZA e Anitta.

Carolzinha, de Carol & Vitória (Fabrizia Granatieri)
Carolzinha, de Carol & Vitória (Fabrizia Granatieri)

Diogo Novaes (Fabrizia Granatieri)
Diogo Novaes (Fabrizia Granatieri)

Já para turma do Ponto de Equilíbrio, a visão para a música é positiva: "esperamos que a música evolua sem perder a essência, a melodia, os tons e a magia que ela traz", defende o vocalista Hélio Bentes.

Lili e Rebecca (Fabrizia Granatieri)
Lili e Rebecca (Fabrizia Granatieri)

"O futuro da música é algo que eu tenho pensado bastante nessa era de streaming, de plataformas digitais e redes sociais... hoje confesso que tenho um pouco de medo de pensar como tudo isso vai impactar essas gerações para frente. O ser humano constrói coisas incríveis, mas não pensa no que pode acontecer em 10, 20 anos. Por isso a importância de eventos como esse, para a gente discutir o futuro da música e o impacto que as redes sociais, toda a inteligência a nossa volta vai causar", confessou Romero Ferro, para quem a resposta a um avanço tecnológico é a verdade do artista.

Romero Ferro (Fabrizia Granatieri)
Romero Ferro (Fabrizia Granatieri)

A música como conexão

Promovido com o apoio da RCD Hotels, o Rolling Stone Talks foi pensado como um encontro íntimo e para poucos convidados da indústria. Parte do interesse veio justamente da rede hoteleira de luxo, com propriedades no México, no Caribe e nos Estados Unidos.

"A gente trabalha muito bem com a música. A essência do Hard Rock é a música e a Rolling Stone é a melhor parceria para trabalhar junto. Música e viagens têm tudo a ver. Uma música faz todo mundo viajar, não importa se é criança, casal, grupo de amigos... a música faz conexão", diz Reyes.

À Rolling Stone Brasil, o diretor corporativo ainda adiantou algumas das experiências exclusivas oferecidas nos cinco hotéis Hard Rock da rede RCD - o Hard Rock Hotel & Casino Punta Cana, o Hard Rock Hotel Cancún, o Hard Rock Hotel Riviera Maya, o Hard Rock Hotel Vallarta e o Hard Rock Hotel Los Cabos:

"O Hard Rock tem experiências super bacanas focadas na música. Uma delas é nosso profissional, que chamamos de vibe manager, que é uma pessoa que somente cuida da música de todo o complexo, desde a entrada, nos restaurantes, na piscina, até mesmo dentro da piscina, dia, tarde e noite. Ele conhece o hóspede que está chegando, considera sua origem, se é americano, europeu, brasileiro, e coloca aquela música que definitivamente vai conectar aquela experiência de viagem também a seu país", contou.

Mas para Reyes, um diferencial da marca é a memorabilia do Hard Rock, que, em todo o mundo, possui a coleção mais autêntica e valiosa do gênero, com 86 mil peças ao redor do globo. Ao hóspede, é oferecida, inclusive, uma experiência digna de rockstar:

"Você também pode pegar uma guitarra Fender totalmente gratuita e levar a seu quarto. Na tela, você tem um canal com músicas, que você pode aprender a tocar em seu quarto, ou nem isso, pode apenas tirar uma foto e guardar essa lembrança de viagem."