Selena Gomez comenta sexualização na adolescência: 'Me senti como um objeto'

Selena Gomez relembrou os primeiros trabalhos da carreira e comentou sobre como se sentiu sexualizada

Mariana Rodrigues (sob supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 20/08/2021, às 17h15

None
Selena Gomez no American Music Awards em 2019 (Foto: Rich Fury/Getty Images)

Assim como outras ex-estrelas da Disney, Selena Gomez cresceu sob os holofotes. Em 2007, protagonizou o seriado Os Feiticeiros de Waverly Placee, desde então, ganhou cada vez mais atenção da mídia. Apesar da fama, a cantora e atriz não enxerga isso como algo positivo. 

De acordo com Daily Mail, Gomez revelou como não se identifica com os trabalhos anteriores, principalmente aqueles feitos enquanto ainda era muito nova. Em entrevista à Elle, exemplificou como a canção "Come & Get" não a representa verdadeiramente: "Isso não é minha personalidade. A letra, 'quando estiver pronto, venha e me pegue.' Nunca diria isso!"

+++ LEIA MAIS: Há 11 anos, Shakira fez participação inusitada em Os Feiticeiros de Waverly Place; relembre [FLASHBACK]

A música foi lançada em 2013, quando Gomez tinha 20 anos. Agora, aos 29, a cantora admitiu: "Por um tempo, me senti como um objeto. Me senti nojenta por muito tempo." Mesmo em discos seguintes, ainda não tinha se encontrado. "Fiz coisas que realmente não eram eu. Tinha essa pressão de parecer mais adulta no meu álbum, Revival. Senti que precisava mostrar mais pele... Não acho que seja essa pessoa," revelou à Allure em 2020.

Toda essa atenção da mídia criou uma imagem da atriz distante da realidade. "Nem sequer sei porque eles acreditavam que eu estava usando drogas, álcool, andando por ai, festejando. A narrativa foi tão desagradável," disse à Elle.

+++ LEIA MAIS: Em Revelación, Selena Gomez flerta de maneira sutil com as origens latinas sem perder a essência [REVIEW]

A pressão das redes sociais

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Selena Gomez (@selenagomez)

 

Desde 2017, Gomez não tem acesso direto a conta do Instagram. Todas as imagens são publicadas pela assessoria. A cantora explicou como isso ajudou a cuidar da saúde mental: "Não tenho no meu telefone, então não há tentação. De repente, tive que aprender a estar comigo mesmo."

Gomez completou: "Isso era 'irritante' porque no passado poderia passar horas olhando a vida de outras pessoas. [...] Agora consigo informações da maneira adequada. Quando meus amigos têm algo para conversar, me ligam e dizem: 'Oh, fiz isso.' Eles não dizem: 'Espere, você viu minha postagem?'"

+++ LEIA MAIS: Cardi B não quer que Selena Gomez se aposente da música: 'Precisa de mais uma era'

A cantora percebeu como fazer o que ela amava era mais importante do que aparecer nas redes. "Depois que for embora, quero que as pessoas se lembrem de mim pelo meu coração. Tudo a que estou envolvida tem um aspecto de caridade. Se algo de bom não está saindo disso, não vou fazer isso. Não preciso de dinheiro, preciso de gente que queira lutar comigo," explicou.


+++ CONFIRA TUDO SOBRE A BANDA 5 SECONDS OF SUMMER!