Sepultura: ‘É ridículo ver vacina contra covid-19 sendo politizada’, diz Andreas Kisser

Andreas Kisser, guitarrista do Sepultura, discutiu o impacto da covid-19 na indústria do entretenimento e a importância dos shows ao vivo

Marina Sakai (sob supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 16/08/2021, às 16h26

None
Andreas Kisser (Foto: Getty Images / Ethan Miller)

O guitarrista da banda de heavy metalSepultura, Andreas Kisser, discutiu o impacto da pandemia de covid-19 na indústria do entretenimento e shows em entrevista ao Australia's Subculture Entertainment. O músico também ressaltou como as vacinas contra o coronavírus se tornaram uma discussão política e opinou sobre o assunto: "É ridículo." As informações são do Blabber Mouth.

A indústria musical foi afetada pela covid-19 de maneira desproporcional — claro, os artistas dependem dos shows e performances ao vivo para criar conexões com o público. Kisser, no entanto, é otimista sobre a situação e acredita que tudo voltará ao normal gradualmente: "Será passo a passo. Esse ramo depende de interações, viagens, acesso livre ao estrangeiro, basicamente. Temos que ir onde os fãs estão, é fácil assim."

+++LEIA MAIS: Sepultura faz da pandemia disco de greatest hits com convidados especiais [Entrevista]

Os shows ao vivo foram paralisados, mas o Sepultura não parou. Em 2020, começaram um podcast em formato de vídeo chamado SepulQuarta, no qual convidavam outros artistas para discutir assuntos atuais e tocar alguma música do catálogo da banda de heavy metal. Ao final, juntaram 15 faixas colaborativas em um disco de nome homônimo ao podcast. "Temos a internet e muitas possibilidades, mas não substituirá uma performance ao vivo de verdade, em cima do palco," disse Kisser.

Para o guitarrista, os shows são a principal oportunidade de evolução da banda, onde surgem novas ideias para projetos futuros. Mas, precisarão aprender a "conviver com o vírus, da mesma forma que fazemos com outras doenças e vacinas ao redor do mundo." Kisser não entende, porém, por que a covid-19 em específico ganhou a conotação política: "Nunca falamos tanto de política por um imunizante, e agora fazemos. É ridículo."

+++LEIA MAIS: Andreas Kisser explica por que parou de beber: ‘Eu era escravo do álcool’

Kisser acredita que, com o tempo, aprenderemos a lidar com o coronavírus. "Precisamos ter paciência, não há outro jeito. Senão, será perigoso assistir a um show ou se apresentar em um. Não vale a pena. Devemos ter certeza de que podemos sair para aproveitar, não se preocupar. Você precisa ser livre para desfrutar. De qualquer outra forma, não faz sentido."

Conheça o Sepultura

Sepultura é uma banda de heavy metal fundada em 1984 pelos irmãos Iggor e Max Cavalera, em Belo Horizonte, Minas Gerais. Atualmente, o grupo é formado pelo vocalista Derrick Green, guitarrista Andreas Kisser, baixista Paulo Xisto Pinto Jr. e o baterista é Eloy Casagrande. Ao longo dos mais de 30 anos de carreira, vendeu cerca de 50 milhões de discos mundialmente e fez muito sucesso com os álbuns Chaos A.D. (1993) e Roots (1996), principalmente. 

 
 
 
 
 
View this post on Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

A post shared by SEPULTURA (@sepultura)

 

+++LEIA MAIS: 30 anos de Arise, disco que cravou o nome do Sepultura no metal mundial [ENTREVISTA]


+++ CONFIRA TUDO SOBRE A BANDA 5 SECONDS OF SUMMER!