Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Shakira acusa promotoria de difamação após processo por impostos

Segundo Shakira, acusação de sonegação de US$ 14 milhões em impostos configuram tentativa de difamação

Redação Publicado em 25/11/2022, às 15h51

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Shakira (Foto: Gareth Cattermole/Getty Images)
Shakira (Foto: Gareth Cattermole/Getty Images)

Shakira não ficou contente em apenas provar inocência após acusação da Promotoria da Espanha. A cantora entrou com processo de difamação contra o órgão após alegações de ter sonegado US$ 14 milhões (R$ 75,5 milhões) entre 2012 e 2014.

A cantora enviou documentos que comprovariam sua residência nos Estados Unidos durante o período, e não na Espanha. Em solo norte-americano, Shakira afirma ter contribuído com US$ 10.141.075 em impostos.

+++ LEIA MAIS: Shakira será julgada por fraude fiscal na Espanha

Nestes anos, ela foi uma das juradas do The Voice, nos Estados Unidos. Para pagar impostos na Espanha, deveria ter passado, ao menos, 183 dias no território, o que ela afirma não ter acontecido. A Promotoria pede oito anos de prisão e multa de US$ 24 milhões.

Shakira alega que os promotores violaram direito de privacidade e presunção de inocência ao fazer acusações. Segundo ela, é uma "campanha de difamação."

O Ministério Público acusa Shakira de ter usado empresas fantasmas, criada anos antes para evitar o pagamento de impostos na Espanha nos anos de 2012, 2013 e 2014, apesar de já residir no país por mais que os 183 dias por ano estipulado por lei.

A acusação foi registrada pela primeira vez em 2018 e os promotores tentaram provar, por publicações em redes sociais e comprovantes comerciais, que ela tinha residência fixa no país. 

+++ LEIA MAIS: Quais são os clipes de Shakira mais assistidos no YouTube?