Singles raros de Sex Pistols, fita demo do The Smiths e mais: acervo musical de John Peel é leiloado

Itens faziam parte da extensa coleção do radialista, responsável por emplacar bandas como Joy Division, New Order e Siouxsie and the Banshees

Redação Publicado em 17/06/2022, às 11h11

None
Sex Pistols e John Peel (Foto: Getty Images)

Um leilão dos arquivos de John Peel ocorreu nesta terça-feira, 14, na Bonhams em Knightsbridge, Londres. Entre os itens pessoais leiloados estavam gravações raras de singles dos Sex Pistols, a fita demo do The Smiths e um disco de ouro do Tears for Fears.

JohnRavenscroft, de sobrenome artístico Peel, foi um importante DJ e radialista britânico, responsável por apresentar diversas bandas do rock e punk nos anos 1970 em seu programa  The John Peel Sessions. No programa, bandas como Joy Division, New Order e Siouxsie and the Banshees conseguiram contratos com gravadoras após aparecerem ao lado de Peel.

+++ LEIA MAIS: Nirvana: Guitarra de Kurt Cobain usada em ‘Smells Like Teen Spirit’ vai a leilão

A prensagem dos singles 'Anarchy In The UK' / 'I Wanna Be Me' de 1976, dos Pistols, foi o item mais bem vendido, chegando a um preço final de £20.400. Foi estimado antes do leilão que o lote não seria vendido por mais de £8.000.

A fita rara de demo do The Smiths gravada em 1983 continha uma carta manuscrita escrita pela banda, uma cópia autografada do LP 'Two Virgins', de John Lennon e Yoko Ono, e uma cópia de 7" do single de 1988 do Nirvana'Love Buzz'/ 'Big Cheese'.

Carta de apresentação do The Smiths para tocar no The John Peel Sessions
Carta de apresentação do The Smiths para tocar no The John Peel Sessions (Foto: Divulgação/Bonhams)

 

+++ LEIA MAIS: Oasis: Guitarra quebrada na separação da banda vai à leilão; confira valor

Na carta, os Smiths falam de seu primeiro single de 7 polegadas, “Hand in Glove”, que seria lançado em 13 de maio daquele ano. Das oito canções mostradas no cassete, sete foram tocadas por John Peel como parte de seu programa The Peel Sessions.

Todos os itens vendidos foram selecionados pela família Ravenscroft, que decidiu passar a diante os artefatos raros e icônicos da música, que Peel colecionou ao longo da carreira. O radialista faleceu em 2004, após uma parada cardiorrespiratória.

+++LEIA MAIS: Frida Kahlo: Autorretrato da artista é vendido por R$ 192 milhões, recorde para obra latino-americana

"Ao passar pelo acúmulo de 40 anos de momentos da música pop, decidimos que alguns dos itens mais interessantes poderiam encontrar um lar, com fãs de seu programa ou dos artistas cuja música ele tocava. Não queríamos dividir sua amada coleção de discos, mas incluímos uma seleção particularmente rara ou única".