Slipknot: Machine Gun Kelly, que pintou a lingua de preto, acha máscaras da banda esquisitas

Machine Gun Kelly alfinetou o Slipknot no Riot Fest, ao chamá-los de 'caras velhos e estranhos'

Jon Blistein | Rolling Stone EUA. Tradução: Marina Sakai (sob supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 20/09/2021, às 15h54

None
Corey Taylor, do Slipknot (Foto: Amy Harris / Invision / AP) / Machine Gun Kelly (Foto: Rich Fury / Getty Images)

Machine Gun Kelly, após o "confronto" com o lutador Conor McGregor no tapete vermelho do MTV Video Music Awards, manteve o espírito de intriga vivo ao alfinetar o Slipknot durante o Riot Fest em Chicago, nos Estados Unidos, neste domingo, 19 de setembro, festival onde as duas atrações se apresentaram.

Um vídeo filmado por um fã capturou Machine Gun Kelly — um homem de 31 anos quem recentemente pintou a língua de preto — fazendo comentários entre as músicas. "Ei, querem saber o que estou feliz de não estar fazendo? Ter 50 anos e usando a m**** de uma máscara estranha na p**** do palco, falando m****." Após uma breve pausa, MGK mudou o assunto, brincando: "Então, de qualquer forma, qual é o doce preferido de todos vocês? Reese's Pieces?"

+++LEIA MAIS: Slipknot: Vídeo de entrevista bizarra da banda no Rock in Rio viraliza após seis anos; entenda

 
 
 
 
 
View this post on Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

A post shared by the Blonde Don (@machinegunkelly)

 

De acordo com informações do jornal Chicago Sun-Times, Machine Gun Kelly ofendeu novamente o Slipknot, dizendo: "Liguem as luzes. Quero ver quem escolheu estar aqui ao invés de se juntar aos caras velhos e estranhos com as máscaras." Um representante da banda não atendeu imediatamente ao pedido da Rolling Stone EUA para comentário.

Por mais mesquinho que possa ter sido, Machine Gun Kelly foi impulsionado por um insulto anterior proferido pelo líder do Slipknot, Corey Taylor. Em fevereiro de 2021, o vocalista da banda foi ao podcast Cutter’s Rockcast, no qual falou sobre o estado da música e do rock atual e tentou alfinetar MGK ao dizer: "Odeio a maior parte do rock novo. Bom, os 'artistas' que falham em um gênero e decidem mudar para o rock — acho que ele sabe quem é. Mas, essa é outra história."

+++LEIA MAIS: 'Enter Sandman' é a 'Stairway To Heaven' da 'nossa geração, diz Corey Taylor, do Slipknot