Titãs: como 'Cabeça Dinossauro' salvou o grupo do 'cancelamento' nos anos 1980

Terceiro álbum do Titãs contornou impopularidade da banda por parte do showbiz, após prisão de dois integrantes por porte de drogas

ALEXANDRE MATIAS (TEXTO) E PABLO MIYAZAWA (EDIÇÃO) Publicado em 01/07/2022, às 17h24

None
'Cabeça Dinossauro' salvou os Titãs do 'cancelamento' nos anos 1980 (Reprodução)

Os Titãsnão eram desconhecidos na metade dos anos 1980. Pelo contrário, seus dois primeiros discos e o visual extravagante (oito criaturas new wave, sendo que cinco eram vocalistas) os tornaram uma das bandas mais famosas do Brasil, mesmo que as músicas não tivessem atingido a mesma popularidade que as dos artistas cariocas. Mas quando dois integrantes foram presos por porte de drogas, o grupo viu parte da máquina do showbusiness virar-se contra eles, com shows cancelados por conta do ocorrido.

O fato abalou a banda, que já trabalhava com uma sonoridade mais crua, devido à influência da ascensão do punk paulistano. Quando o octeto gravou, em dois dias, a demo do que viria a ser o terceiro disco, a essência do futuro álbum estava sintetizada ali: músicas curtas de títulos curtos, com um som barulhento, mau, agressivo.

+++ LEIA MAIS: Do punk ao fenômeno: como o disco 'Dois' transformou o Legião Urbana em ícone de uma geração

Cabeça Dinossauro, do Titãs (Reprodução)
Cabeça Dinossauro, do Titãs (Reprodução)

 

Cabeça Dinossauronão é o melhor disco do Titãs (este é seu sucessor, Jesus Não Tem Dentes no País dos Banguelas), mas é um dos mais importantes da década – não apenas por levar as sonoridades punk e new wave como um mesmo amálgama sonoro para as massas, mas por consolidar a banda como uma das mais relevantes do período.

Titãs, na formação original (Reprodução)
Titãs, na formação original (Reprodução)

 

É o início da fase de ouro do grupo, que iria muito além dos riffs e palavrões, e marca uma nova fase no pop nacional, ao lado de discos definitivos como Selvagem?, Rádio Pirata Ao Vivo e Dois. A noite havia chegado aos anos 1980.

Os 80 maiores discos do Rock Nacional

Parte do Dossiê 40 anos do Rock Nacional, edição especial de colecionador da Rolling Stone Brasil, a lista "Os 80 Maiores Discos do Rock Nacional" reúne os principais trabalhos do que parece ter sido um levante artístico, unificado e contínuo mobilizado inicialmente pela juventude do Rio de Janeiro dos anos 1980, a geração 82. Na revista, já disponível em bancas físicas e digitais, você confere a curadoria realizada pelos editores da Rolling Stone Brasilcom os 80 discos mais importantes do rock nacional, separados em quatro categorias e organizados por ordem cronológica de lançamento.