Tom Morello escreve carta aberta para ajudar estudantes de música no Afeganistão; entenda

Na carta aberta, guitarrista do Rage Against the Machine pediu ajuda para 'comunidade internacional, diplomatas, políticos, meios de comunicação e ONGs'

Felipe Grutter (com supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 31/08/2021, às 09h45

None
Tom Morello durante o Sonic Temple Art and Music Festival em 2019 (Foto: Amy Harris / Invision / AP)

Tom Morello, guitarrista do Rage Against the Machine, escreveu carta aberta para ajudar jovens estudantes femininas de música no Afeganistão, com intuito de evitar que o grupo seja prejudicado após Talibã assumir controle do país ao dominar a capital, Cabul. As informações são da Billboard.

No último final de semana, Morello pediu ajuda à indústria musical carta aberta, enviada à Billboard pelo amigo, o professor de violão Lanny Cordola, quem começou uma escola de música para meninas no Afeganistão por meio da ONG (organização sem fins lucrativos) Miraculous Love Kids, instituição fundada em 2010 responsável por ensinar violão a crianças em áreas devastadas pela guerra.

+++LEIA MAIS: Tom Morello será produtor executivo de Metal Lords, novo filme da Netflix

"Escrevo em nome de algumas meninas muito especiais no Afeganistão em grave perigo," afirmou. "Girl With a Guitar (programa criado por Lanny Cordola) acolhe órfãos de rua e outras meninas que sofreram traumas significativos, usando a música como ferramenta de reabilitação e meio de trabalhar problemas, histórias e esperanças. Tive a honra de colaborar com essas crianças maravilhosas."

"Desde a tomada do Talibã, a escola foi destruída e as meninas estão escondidas. Correm um risco extremo porque são amplamente conhecidos por tocarem música ocidental e foram educados por um professor estadunidense," continuou. "Tudo que você pudesse fazer para ajudar a salvar as vidas deles seria muito apreciada."

+++LEIA MAIS: Como Slash e Tom Morello quase morreram em show de Ozzy Osbourne [FLASHBACK]

Cordola está no Paquistão, trabalhando para tirar os alunos do país - estava em Islamabade para renovar o visto quando o governo caiu. O músico disse à Billboard como tenta tirar 12 meninas, as famílias delas e o motorista do Afeganistão "porque estão em perigo." Após não conseguir, passou a buscar outras opções.

"Apelamos à comunidade internacional, aos diplomatas, políticos, meios de comunicação e ONGs responsáveis por evacuar civis sob ameaça, para encontrarem uma maneira de colocar o maior número de nós em aviões que deixam o Afeganistão em segurança," adicionou Tom Morello na carta. "O tempo é fundamental, porque o transporte aéreo está programado para terminar, e nos deixaria aqui sem esperança."

+++LEIA MAIS: Eddie Vedder, Bruce Springsteen e Tom Morello fazem versão poderosa de clássico do AC/DC


+++ CONFIRA TUDO SOBRE A BANDA 5 SECONDS OF SUMMER!