Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone
Música / Denúncia

Viúva de Johnny Ramone processa Mickey Leigh por cinebiografia da Netflix

Linda Ramone, viúva de Johnny Ramone, está processando Mickey Lee por cinebiografia baseada no livro de memórias 'I Slept With Joey Ramone'

Redação Publicado em 26/01/2024, às 15h54

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Linda Ramone (Foto: John Sciulli/Getty Images) | Mickey Leigh (Foto:  Noel Vasquez/Getty Images)
Linda Ramone (Foto: John Sciulli/Getty Images) | Mickey Leigh (Foto: Noel Vasquez/Getty Images)

Linda Ramone, viúva de Johnny Ramone, processou Mickey Leigh em decorrência de uma cinebiografia sobre Joey Ramone, intitulada I Slept With Joey Ramone. Conforme o documento, Leigh, cujo nome real é Mitchel Hyman, está sendo acusado de "desenvolver secretamente um filme biográfico baseado nos Ramones não aprovado e não autorizado", baseado na "recitação unilateral da história dos Ramones".

Os representantes de Leigh alegam que o filme produzido pela Netflix e estrelado por Pete Davidson é baseado em um livro de memórias escrito por ele mesma. A plataforma de streaming, por sua vez, argumenta que o longa-metragem recebeu apoio do espólio de Joey Ramone.

"A sra. Ramone se opõe à tentativa dos réus de criar um filme dos Ramones sem seu envolvimento - não para ser obstinada, mas sim com base no desrespeito dos réus pelos bens [dos Ramones] e pela conduta e tratamento dispensados ​​a ela", afirmaram os advogados. “Permitir que apenas os réus contem a história oficial dos Ramones seria uma injustiça para a banda e seu legado.”

A acusação aponta ainda que Leigh e Dave Frey, diretor da Ramones Productions, administrou mal a empresa e reteve pagamentos dela, além de estarem dispostos a “permitir que o legado da banda se deteriorasse”.

“É evidente pela conduta contínua dos réus que seu principal objetivo é atormentar a sra. Ramone até que ela concorde em vender seus interesses”, escreveu. “Lamentavelmente, os réus parecem dispostos a permitir que o legado da banda decaia, a fim de beneficiar seus próprios interesses.”

Linda representa Johnny, morto em 2004, enquanto Leigh representa Joey, morto em 2001, também em decorrência de um câncer. Eles possuem partes iguais da propriedade intelectual dos Ramones