Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Zeca Baleiro interrompe show após grito sobre Lei Rouanet: 'Cala a boca'

Show de Zeca Baleiro em Alagoas foi interrompido por discussão sobre a Lei Rouanet

Redação Publicado em 08/05/2023, às 09h21 - Atualizado em 09/05/2023, às 09h46

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Show interrompido de Zeca Baleiro (Foto: Reprodução), Zeca Baleiro (Foto: Divulgação / diegoruahn)
Show interrompido de Zeca Baleiro (Foto: Reprodução), Zeca Baleiro (Foto: Divulgação / diegoruahn)

Zeca Baleiro precisou interromper seu show em Alagoas no último sábado, 6, após gritos de um homem na plateia sobre a Lei Rouanet. O cantor se apresentava na FliPenedo (Festa Literária de Penedo).

Enquanto Baleiro ressaltava a importância de se posicionar politicamente no meio artístico, parte do público expressou apoio ao atual presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Um homem contrariado questionou: "E a Lei Rouanet?". O músico rebateu com outra pergunta: "Tu sabe o que é Lei Rouanet?", segundo o G1.

+++ LEIA MAIS: Pitty critica quem cita Lei Rouanet ao responder seus posts políticos: “Nunca usei”

Zeca desceu do palco e foi até ele com o microfone, pedindo que explicasse o que era a lei. Após recusa do homem, o músico afirmou que ele poderia sair do show se quisesse: "Não sabe p*rra nenhuma, bicho. Cala a sua boca aí. Não sabe o que falar, não fala. Tem parente seu que foi beneficiado pela lei, porque isso gera trabalho para uma cadeia imensa de trabalhadores. Isso é ignorância sua. Não sai falando isso por aí não. Pode se retirar do meu show, se quiser."

A Lei Federal de Incentivo à Cultura, conhecida como Lei Rouanet, foi criada em 1991 e serve para impulsionar o setor cultural por meio de apoio da iniciativa privada. Ao investir em produtoras ou artistas, as empresas tem a oportunidade de pagar um valor menor no imposto de renda.

+++LEIA MAIS: Lei Rouanet: por que governo quer cortar na metade teto de auxílio?

Confira o momento: