007 - Sem Tempo para Morrer: Daniel Craig explica por que ele voltou para a franquia

O último filme do ator como James Bond será lançado no dia 2 de abril de 2020

Redação Publicado em 24/12/2019, às 19h00

None
Daniel Craig (Foto: Reprodução)

Daniel Craig explicou por que ele reprisará seu papel como James Bond pela última vez no filme 007 - Sem Tempo Para Morrer, que será lançado no dia 2 de abril de 2020.

O mundo foi introduzido a Craig como Bond em 007 - Casino Royale (2006). Desde então, o ator retratou o ícone atemporal em 007 - Quantum of Solace (2008), 007 - Operação Skyfall (2012) e 007 contra Spectre (2015).

+++ LEIA MAIS: As 7 piores coisas que James Bond já fez nos filmes de 007

Nos anos seguintes ao lançamento de Spectre, muitos se perguntaram se Craig retornaria ou não como Bond, visto que, uma vez, ele afirmou que preferia “cortar os pulsos” a interpretá-lo novamente. 

Durante uma conversa com a revista Empire, Craig disse: “Se tudo acabasse por aqui, o mundo continuaria a rodar normalmente e eu ficaria absolutamente bem.”

E continuou: "Mas parecia que precisávamos terminar alguma coisa. Se eu tivesse abandonado a franquia depois de Specter, uma voz na parte de trás da minha cabeça diria: 'Ah, eu gostaria de ter feito mais um filme’.”

Craig também revelou que ele tinha uma visão da história e de como ele queria que tudo acabasse. "Eu sempre tive uma espécie de ideia secreta sobre todo o elenco na minha cabeça e onde eu queria levá-lo", ele explicou. 

+++ LEIA MAIS: Harry Styles gostaria de ser o próximo James Bond

Embora a maioria dos filmes de Bond atue como histórias independentes, os filmes de DanielCraig da época tiveram elementos recorrentes que conectam todos os filmes, então parece adequado para ele terminar de contar a história de sua iteração antes de passar a tocha para o próximo ator de James Bond

O roteiro de 007 - Sem Tempo Para Morrer - o 25º filme do agente secreto - foi escrito por Phoebe Waller-Bridge, estrela e criadora da série de sucesso Fleabag. Assista ao trailer abaixo:

 


+++ CORUJA BC1: 'FAÇO MÚSICA PARA SER ATEMPORAL E MATAR A MINHA PRÓPRIA MORTE'