As 10 melhores músicas de Lana Del Rey: de 'High By The Beach' a 'The Greatest' [LISTA]

Confira os maiores sucessos da cantora, classificados de acordo com NME

Mariana Rodrigues (sob supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 12/05/2021, às 17h52

None
Lana Del Rey (Foto: Robb Cohen / Invision / AP)

Um dos maiores nomes da música atualmente, Lana Del Rey sempre presenteia o público com grandes composições. A mais recente é o disco Chemtrails Over the Country Club, lançado em 2021. Também trabalha em mais dois álbuns novos, Rock Candy Sweet e Blue Banisters, ainda sem previsão de estreia.

Com 10 discos lançados ao longo de mais de 15 anos de carreira, algumas canções se tornaram verdadeiros hits. Pensando nisso, o NME classificou as 10 melhores músicas de Lana Del Rey até agora. Confira:

+++ LEIA MAIS: As maiores injustiças do Grammy 2020: BTS, Lana Del Rey e mais


10 - "High By The Beach"

Essa música tem uma batida eletrônica vibrante e atraente, a qual vai além do pop. "High By The Beach" se destaca principalmente pelo verso "luzes, câmera, ação," no qual a voz ao cantar a última palavra poderia soar de maneira quase ridícula, mas de alguma forma ficou muito legal.


9 - "Brooklyn Baby"

Apesar da ideia de morar no Brooklyn com um namorado quem canta grandes sucessos em uma banda parecer a vida perfeita, Del Rey romantizou a situação em "Brooklyn Baby." Na verdade, esses homens são insuportáveis e te farão questionar como entrar nesse universo paralelo da cantora.

+++ LEIA MAIS: Com uma América em ruínas, disco Norman Fucking Rockwell de Lana Del Rey sobrevive aos destroços [ANÁLISE]


8 - "Blue Jeans"

Essa é uma canção de pura devoção, feita em termos hollywoodianos. Del Rey começa a história com "ele era como James Dean, com certeza," e logo declara o amor pelo galã, fazendo o ouvinte se sentir da mesma forma.


7 - "White Dress"

Se você não passou os últimos dias desde o lançamento de Chemtrails Over The Country Club cantando "na Conferência de Homens da Indústria da Música" repetidamente, provavelmente ainda não ouviu o disco. Em "White Dress,"Del Rey se entrega de uma maneira mais emotiva, áspera e mais aguda do que o usual, tudo embalado com uma certa dose de nostalgia.

+++ LEIA MAIS: Lana Del Rey regrava música de ícone do folk psicodélico Donovan para filme de terror; ouça


6 - "Norman Fucking Rockwell"

O verso de abertura "maldito crianção / você me f*deu tão bem que eu quase disse: Eu te amo" está entre as composições mais icônicas da cantora. Apesar do restante de "Norman Fucking Rockwell" não ser tão envolvente assim, ainda é um ponto de vista bonito sobre alguém com defeitos.


5 - "Chemtrails Over The Country Club"

Mesmo se não fizer parte de um clube de campo ou nem sequer pensar em ir até um, "Chemtrails Over The Country Club" dá saudade de relaxar em dias de verão sem preocupações. Provavelmente, uma das músicas mais bonitas escritas por Del Rey.

+++ LEIA MAIS: Lana Del Rey defende show em Israel: “Música é universal”


4 - "Love"

Na faixa de abertura de Lust For Life (2017), Del Rey canta sobre a magia do amor jovem, elegantemente refletindo sobre estar perdidamente apaixonada em versos repletos de euforia, como "de volta ao trabalho ou à cafeteria / isso não importa, porque já é o bastante / ser jovem e apaixonado."


3 - "Ride"

"Ride" é uma obra-prima, facilmente uma das melhores faixas de toda a carreira de Del Rey. Tem a batida pop elegante com a qual construiu a trajetória na música, mas no auge absoluto, com som de cordas e bateria colidindo para retratar a tristeza e turbulência interior.

+++ LEIA MAIS: Radiohead processa Lana Del Rey por causa das semelhanças de uma faixa com “Creep”


2 - "Video Games"

Quase uma década após o lançamento, "Video Games" ainda se destaca como uma música simples, mas muito eficiente. O som sutil da bateria antes do refrão adicionam uma camada extra de drama na letra e ao tom apaixonado de Del Rey.


1 - "The Greatest"

Chamar uma música de the greatest (em tradução: a melhor) pode ser uma escolha arriscada, mas no caso de Del Rey foi praticamente uma profecia do que a canção se tornaria. Com piano ao fundo, ela lamenta a perda da cultura e do rock and roll do "bar onde os Beach Boys" iriam de uma maneira que atingiu fortemente a todos em 2019, mas foi um soco no estômago em 2020.

+++ LEIA MAIS: Lana del Rey solta duas músicas inéditas, com participações de A$AP Rocky e Playboi Carti


+++ MV BILL: 'A GENTE TEM A PIOR POLÍTICA DE GOVERNO PARA O PIOR MOMENTO' | ENTREVISTA | ROLLING STONE BRASIL