10 melhores músicas dos Rolling Stones que não parecem ser dos Rolling Stones, segundo a Pitchfork

Confira quais músicas envelheceram melhor que o sucesso "Brown Sugar"

Redação Publicado em 22/04/2019, às 13h54

None
Rolling Stones em 1965 (Foto: Gerhard Rauchwetter/AP)

Houve momentos mágicos em que os Rolling Stones conseguiram se superar. Sempre que podiam, se afastavam de sua base para explorar sons, mas sempre protegendo suas apostas em relação ao rock. Os breves testes nunca alteraram fundamentalmente o DNA da banda.

De acordo com a Pitchfork, as faixas separadas abaixo teriam sido consideradas alheias ao catálogo do Stones no momento de seu lançamento e, em alguns casos, foram ridicularizadas por fãs da velha guarda. Mas agora, há uma amostra real de que elas envelheceram muito melhor do que “Brown Sugar”. Qualquer música com Mick Jagger cantando soará como os Stones, mas são essas músicas que representam os saltos mais ousados ​​da banda.

+++ Solta o riff! Rolling Stone Brasil vai premiar o melhor riff com prêmios exclusivos no Instagram 

Confira abaixo quais são: 

"I’d Much Rather Be With the Boys" (1964)

Aparece em: Metamorphosis
Semelhança: The Ronettes

 

We Love You” (1967)

 


Aparece em: The Singles Collection: The London Years

Semelhança: Canções psicodélicas dos Beatles

 

I Just Want to See His Face” (1972)

 


Aparece em: Exile on Main St.
Semelhança: Lee “Scratch” Perry

 

Winter” (1973)

 


Aparece em: Goats Head Soup
Semelhança: Astral Weeks (1968) do Van Morrison

 

Time Waits for No One” (1974)

 

 

Aparece em: It’s Only Rock ‘n Roll
Semelhança: Steely Dan

 

Shattered” (1978)

 

Aparece em: Some Girls
Semelhança: Neu! 75 (1975) do Krautrock Neu!

Dance (Pt. 1)” (1980)

 

Aparece em: Emotional Rescue
Semelhança: Horário movimentado no Paradise Garage

Heaven” (1981)

 

Aparece em: Tattoo You
Semelhança: Chillwave

“Too Much Blood” (1983)

 

Aparece em: Undercover
Semelhança: Arthur Russell

 

“Almost Hear You Sigh” (1989)

 

Aparece em: Steel Wheels
Semelhança: Yacht Rock

 

Entrevista RS: Di Ferrero fala sobre música pop, vida pós-NX Zero e projeto engavetado com Emicida: