Pulse

Friends, Game of Thrones e How I Met Your Mother: 11 casais tóxicos que o público ama - mas não deveria [LISTA]

Os relacionamentos mais tóxicos dos seriados que são romantizados pelas pessoas

Isabela Guiduci Publicado em 09/11/2019, às 11h00

None
Meredith e Derek em Grey's Anatomy, Sheldon e Amy em Big Bang Theory e Ross e Rachel em Friends (Fotos: Reprodução)

O que seria de How I Met Your Mother sem Tede Robin? Ou Gossip Girl sem Chucke Blair? Embora esses casais sejam responsáveis pelas principais tramas das série e amados pelo público, as narrativas dos relacionamentos foram construídas de uma maneira muito negativa e potencializa romances que não devem - em hipótese alguma - existir. 

Na verdade, não são só esses casais que são ‘ruins’. Em grande parte das séries mais famosas e conhecidas como Game Of Thrones, The Big Bang Theory, Pretty Little Liars e Friends, os relacionamentos contam com desenvolvimentos tóxicos, obsessivos e negativos na vida do personagem que são romantizados, porque o público parece ignorar totalmente estes fatos.

+++LEIA MAIS: The Office ultrapassa Friends como série mais assistida da Netflix; Veja as 10 principais

Claro que em alguns casos, as séries foram feitas em uma outra realidade, mas ao serem analisadas a partir do prisma atual, não dá para ignorar como são relacionamentos ruins e nada saudáveis. 

Assim, separamos os 12 casais mais amados pelo público, mas que são completamente prejudiciais para a saúde mental dos personagens e não deveriam ficar juntos:

Jon Snow e Daenerys - Game Of Thrones

Game of Thrones é bem conhecida pelos relacionamentos problemáticos. No caso de Jon Snow e Daenerys não é só o fato dele ser sobrinho dela que tornam as coisas um pouco complicadas, mas a relação foi totalmente forçada e o roteiro tenta fazer as pessoas acreditarem que ela tinha sentimentos por ele. Ainda, Jon claramente não queria declará-la rainha como ela pedia, porque não queria se sentir inferior a ela.

+++LEIA MAIS: 7 cenas de Game Of Thrones que certamente fizeram você chorar - e farão de novo [LISTA]


Chuck e Blair - Gossip Girl

Um dos casais mais aclamados pelos jovens e adolescentes que acompanharam Gossip Girl é um relacionamento extremamente abusivo, assim como praticamente todos da série. A relação dos dois é completamente tóxica, nada saudável, abusiva, obsessiva, entre diversos outros adjetivos ruins.

O problema é que Chuck e Blair tentam se controlar no relacionamento, quando estão separados fazem coisas horríveis para ficarem juntos ou prejudicar a vida do outro. Principalmente Chuck, que constantemente a troca por ambições próprias e a manipulou em grande parte da série.


Ross e Rachel - Friends

A lista de motivos que provam como os dois não deveriam ter ficado juntos em Friends é bem extensa. Para começar que Rossera obcecado por Rachele uma relação fruto de uma obsessão não é boa.

Além disso, são dez anos para acompanhar o casal e notar a relação não é saudável, são ciúmes abusivos - dos dois lados -, ele sempre diminuía ela profissionalmente, também usava da chantagem emocional entre outras atitudes. O amor dos dois pode até ter sido bom no início, mas depois se torna completamente desgastante na vida dos personagens.

+++LEIA MAIS: 7 motivos para acreditar que Rachel e Joey formavam o melhor casal de Friends [LISTA]


Ted e Robin - How I Met Your Mother

Assim como Ross e RachelTedRobin nascem de uma obsessão de Ted pela jornalista. O primeiro namoro dos dois, inclusive, inicia-se com ele implorando - literalmente - por uma resposta dela e a pressionando constantemente para ela dizer “sim”.

Ainda, certo momento da série, ele afirma sobre ela: “Quando você ama alguém, nunca para. Mesmo quando as pessoas te chamam de louco. Mesmo assim. Especialmente assim! Você não desiste!”.

Pode até soar romântico, mas o que ele quer dizer é que ele não aceita o "não" como resposta de Robin. Durante as nove temporadas, ele tenta convencer o espectador de que é o homem ideal para ela, mesmo com o relacionamento se provando instável e ruim para os personagens.

+++LEIA MAIS: How I Met Your Mother: 7 provas de que Robin e Ted não tinham um relacionamento saudável


Sheldon e Amy - The Big Bang Theory

O casal é bem amado e terminam juntos em The Big Bang Theory, mas o que não dá para esquecer é que Sheldon fica diminuindo Amy por ela ser uma mulher e pensa que as coisas feitas por ele são melhores do que as conquistas dela. E, algumas atitudes soam bastante egoístas. Como um relacionamento assim pode ser bom para alguém?

+++LEIA MAIS: The Big Bang Theory: 6 segredos de bastidores que você provavelmente não sabia


Derek e Meredith - Grey’s Anatomy

No início, o casal de Grey’s Anatomy até pode ter potencial para ser um dos melhores da série, mas não dá para esquecer que a relação dos dois começa com Derek traindo a então esposa, Addison e não conta para Meredith que é casado.

E, ele a perseguia o tempo todo, mesmo com ela negando as flertadas dele. Ainda, conforme a narrativa se desenrola, ele se mostra alguém muito egoísta na relação e faz ela a adiar os planos dela para priorizar os dele.

+++LEIA MAIS: Capitão América, Meninas Malvadas e Grey's Anatomy: os lançamentos de setembro na Netflix


Aria e Ezra - Pretty Little Liars

Um romance entre um professor e uma aluna pode até parecer divertido na teoria, mas na prática é totalmente complicado - e, errado. Aria tem 16 anos quando começa a se envolver com ele e nenhum dos personagens apoiava esse relacionamento.

Além disso, ele esconde constantemente coisas de Aria, inclusive a própria identidade e que tinha um filho - e nem estava presente na vida dele. E, Ezra só se aproximou dela para escrever um livro sobre o assassinato de Alison

+++LEIA MAIS: Stranger Things Day: Netflix libera vídeo hilário de erros de filmagens


Serena e Dan - Gossip Girl 

Assim como Ted e Robin e Ross e Rachel, este relacionamento nasce de uma obsessão - absurda - de Dan por Serena. Neste caso, é bem mais complexo e abusivo, já que ele cria um blog para falar mal dela e se diz apaixonado por ela.

Mais do que isso, ele engana ela durante todas as temporadas, mente para ela e manipula os sentimentos dela. 

+++LEIA MAIS: Netflix divulga as 6 séries mais assistidas por brasileiros - além de Brasil e EUA


Carrie e Mr. Big - Sex and The City 

Carrie e Mr. Big são aquele casal que na ‘vida real’ ninguém deseja para ninguém, isso porque, eles ficam em um relacionamento instável - voltam e separam o tempo todo, um eterno bumerangue.

Além dele ser manipulador e frio, ele só queria Carriequando ela estava com alguém. Aquele: “Mesmo que eu não te queira, não quero você com ninguém”. E, não dá para romantizar uma relação dessa. 

+++LEIA MAIS: O Irlandês, The Crown e mais: 48 filmes e séries que estreiam na Netflix em novembro


Ryan e Marissa - The O.C. 

Quando Ryan é adotado pelos Cohen, decide que quer levar uma vida mais tranquila, evitar brigas e problemas. No entanto, assim que ele conhece Marissa, a vida dele vira de cabeça para baixo, ela o enrola várias vezes e ele sofre muito com isso, além de vários momentos que ela o faz ser o Ryan que ele queria deixar para trás.

+++LEIA MAIS: Rachel Bilson e Adam Brody promovem reunião informal de 'The O.C.'


Violet e Tate - American Horror Story

Talvez este seja o pior casal de todos. Os fãs romantizavam o casal, mas é um erro, isso porque, Violet era totalmente controlada por Tate em uma relação sombria. Tate mente para ela em quase todas as cenas dos dois. Ainda, ele estupra a mãe da namorada e ajuda a internarem ela. 

+++LEIA MAIS: American Horror Story 1984: assassino aterroriza acampamento em trailer da nova temporada