Pulse

11 grandes músicas de George Harrison pós-Beatles [LISTA]

O músico teve uma carreira solo longa e extremamente produtiva

Redação Publicado em 25/02/2019, às 11h49

None
George Harrison (Foto:Express Newspapers/AP Images)

George Harrison completaria 76 anos nesta segunda, 25. O guitarrista dos Beatles morreu em 2001, aos 58 anos, devido a um câncer de pulmão. Como era adepto do hinduismo, ele foi cremado e suas cinzas foram jogadas nos rios Ganges e Yamuna na Índia, em uma cerimônia privada de acordo com a tradição hindu.

Como integrante da banda, ele foi responsável pelos clássicos “Within You Without You”, “While My Guitar Gently Weeps”, “Here Comes the Sun” e “Something”. Conhecido como o mais quieto dos quatro integrantes, além de músico ele foi também produtor musical e cinematográfico.

Durante sua vida, Harrison chegou a gravar mais de dez discos solo, além de receber um álbum póstumo chamado Brainwashed, organizado e montado por seu filho Dhani e pelo amigo de longa data Jeff Lynne, com composições que ainda não havia lançado. O CD foi disponibilizado em novembro de 2002, um ano após a morte do músico.

Veja abaixo 11 músicas que marcaram a carreira de George Harrison depois dos Beatles.

Give Me Love (Give Peace on Earth)” - De Living in the Material World (1973), brigou nas paradas com “My Love”, de Paul McCartney. Chegou ao primeiro lugar nos Estados Unidos. No Brasil fez sucesso na voz de Marisa Monte.


All Those Years Ago” - Homenagem a John Lennon, lançada em 1981. Foi produzida pelo lendário George Martin (o verdadeiro “quinto beatle”) e conta com as participações de Ringo Starr e do Wings, de McCartney.


Awaiting on You All” - Uma das composições mais interessantes de Harrison, combinando um instrumental roqueiro com uma letra complexa que, ao mesmo tempo, prega a espiritualidade, mas condena as religiões organizadas.


Handle With Care” - Ao lado do Traveling Wilburys (um dos maiores supergrupos da história, com Roy Orbison, Bob Dylan, Tom Petty e Jeff Lynne), Harrison ajudou a compor esta faixa delicada, com todas essas lendas do rock se revezando nos vocais.


Try Some, Buy Some” - Primeiro gravada por Ronnie Spector, em 1971, ganhou versão de George Harrison dois anos depois. Três décadas mais tarde foi gravada mais uma vez, por David Bowie, em Reality.


Not Guilty” - A faixa foi composta ainda na época dos Beatles, mas só foi lançada oficialmente em 1979. Tanto a versão solo quanto a registrada pelo quarteto são primorosas (sendo esta última mais pesada).


When We Was Fab” - Nostálgica, a música de 1989 faz referências aos anos 60 e aos tempos em que “éramos fabulosos”. George Harrison parece falar sinceramente sobre os Beatles, em especial na frase “você foi meu único amor”. Ringo participa do clipe, que também tem uma referência a um Walrus canhoto tocando baixo (Paul McCartney no filme Magical Mystery Tour).


Horse to the Water” - Uma das últimas gravações de George Harrison, saiu no álbum Small World Big Band (2001), de Jools Holland. Foi coescrita por George e o filho dele, Dhani.


Photograph” - Composta para (e com) Ringo Starr, que lançou esta faixa sobre uma desilusão amorosa no disco Ringo (1973). Chegou ao número 1 das paradas britânica e norte-americana, e conta com arranjo de Jack Nitzsche.


Love Comes to Everyone” - Lançada em 1979, tem guitarra de Eric Clapton – que gravaria sua própria (e muito boa) versão em 2005.


Any Road” - Brainwashed, trabalho póstumo de George Harrison, deixou claro para todo mundo que o músico ainda tinha lindas composições escondidas, como esta.