15 Anos sem Renato Russo

Morte do vocalista do Legião Urbana aconteceu em 11 de outubro de 1996; o artista foi um dos maiores poetas de sua geração

Redação Publicado em 11/10/2011, às 16h36 - Atualizado às 16h48

Renato Russo
Divulgação

A morte do ex-vocalista do Legião Urbana, Renato Russo, completou 15 anos nesta terça, 11. Um dos grandes representantes de sua geração, Renato Manfredini Júnior foi o maior expoente do rock brasília, gênero surgido no fim dos anos 70 com o Aborto Elétrico, sua primeira banda.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

Nascido em 27 de março de 1960, Renato Russo mantém seu legado até os dias de hoje. Criou o Legião Urbana em 1982, junto aos amigos Dado Villa Lobos e Marcelo Bonfá. Os dois integrantes remanescentes da banda participaram do Rock in Rio, neste ano, em uma homenagem à Legião Urbana, ao lado da Orquestra Sinfônica Brasileira e com a participação especial dos músicos Pitty, Rogério Flausino, Dinho Ouro Preto e Herbert Vianna e Toni Platão. (Leia mais aqui)

Conhecido tanto por suas canções de protesto como pelas de amor, as músicas de Renato Russo inspiram até hoje a cultura pop. O filme Faroeste Caboclo, dirigido por René Sampaio, tem sua história baseada na canção, uma das mais conhecidas do Legião. A história de João de Santo Cristo deve chegar aos cinemas no segundo semestre de 2012. Além disso, um comercial feito por uma operadora de celulares recentemente despertou novamente a atenção acerca da música "Eduardo e Mônica" (assista aqui).

Além de Faroeste Caboclo, uma cinebiografia do ex-vocalista do Legião deve chegar ano que vem aos cinemas. Somos Tão Jovens tem na direção Antônio Carlos Fontoura, que falou a respeito do poder atemporal da música do Legião. “A primeira vez que comprei um disco do Renato foi quando meu filho, então com 12 anos, me disse: 'pai, me dá um disco do Legião’. Eu falei: ‘Você conhece esses caras?’”, disse o diretor (leia mais aqui).

Renato Russo morreu no dia 11 de outubro de 1996 em consequência de complicações causadas pela Aids, doença que contraiu em 1989.