1,5 milhão de segundas doses contra Covid-19 estão atrasadas

O dado foi divulgado pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, nesta terça, 13

Redação Publicado em 13/04/2021, às 16h50

None
Vacinação contra a Covid-19 (Foto: David Greedy / Getty Images)

Nesta terça, 13, o ministro da Saúde Marcelo Queiroga revelou que 1,5 milhão de brasileiros estão com a segunda dose da vacina contra Covid-19 atrasada. As informações são do site G1.

Em encontro com jornalistas, Queiroga disse que o ministério vai emitir uma lista, por estado, das pessoas estão atrasados com a segunda dose. O ministro também explicou que a complementação do “esquema vacinal” será realizada com o apoio do Conselho Nacional de Secretários de Saúde.

+++LEIA MAIS: Número de negros vacinados contra Covid-19 é quase metade dos brancos imunizados no Brasil

Para os que estão com a segunda dose atrasada, o ministério da Saúde orienta a ida a um posto de saúde para a complementação da vacinação. Os dois imunizantes aplicados no Brasil até então - CoronaVac e AstraZeneca - necessitam a aplicação de duas doses para haver máxima eficácia.

Segundo o G1, a vacina da farmacêutica AstraZeneca (desenvolvida em parceria com a Universidade de Oxford) tem maior eficácia quando o intervalo entre as doses é de dois meses. Já a CoronaVac (produzida pelo Instituto Butantan), tem melhores resultados quando o intervalo é de 21 a 28 dias, de acordo com estudos.

+++LEIA MAIS: Com 10% da população imunizada, Bolsonaro promete acelerar vacinação no país

Durante o encontro com jornalistas, Queiroga afirmou que o programa de vacinação é a maior prioridade do ministério. Segundo o site Agência Brasil, o ministro revelou que o governo deve publicar uma medida provisória para criar uma secretaria específica para o combate à Covid-19.


+++ LAGUM | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL