25 anos do fim de Mamonas Assassinas: relembre as participações marcantes da banda na televisão brasileira

Carisma, zoação e um estilo musical único, a banda paulista dos anos 1990 teve uma vida curta mas muito marcante, com shows únicos e sucesso arrebatador

Mariana Pastorello | @mari.pastorello (sob supervisão de Yolanda Reis) Publicado em 03/03/2021, às 13h31

None

Diretamente de Guarulhos, Mamonas Assassinas (antes, Utopia) formou-se em 1989. A banda era dos irmãos Sérgio (bateria) e Samuel Reoli (baixo) com Dinho (Alecsander Alves, vocal),  Bento Hinoto (guitararra) e Júlio Rasec (teclado). Gravaram só um disco de estúdio, Mamonas Assassinas(1995), produzido por Rick Bonadio. Vendeu como água: ao todo, mais de 5 milhões de cópias pelo país. 

Com o sucesso, a banda não parou quieta e fez diversos shows em programas de auditório da TV. Para quem não os conhecia, era possível confundir as apresentações dos Mamonas com um show circense, cheio de fantasias sem sentido, danças sincronizadas e muita, muita animação dos integrantes com carisma e simpatia únicos.

+++ LEIA MAIS: 25 anos de Mamonas Assassinas: Como um disco com temas polêmicos, letras politicamente incorretas e guitarras pesadas roubou a atenção do Brasil

Outro ponto atrativo eram as letras atraentes. Variavam entre críticas sociais à tiração de sarro com vocabulário chulo ao som parodial do hardrock típico dos anos 90 - enfeitado com levadas de forró, brega e ska.

A mistureba sonora e visual atraiu milhares de fãs, lotando shows pelo Brasil. Infelizmente, a banda sofreu um acidente fatal de avião em 1996, a caminho de um show em São Paulo, sete ano depois do início e poucos meses depois do lançamento de Mamonas Assassinas. Mas o legado continuou.

+++ LEIA MAIS: Rodrigo Faro será Dinho em filme sobre o Mamonas Assassinas

Até hoje, a banda é referência em autenticidade e bom exemplo de usar a música como forma de expressão. Para relembrar as icônicas apresentações dos Mamonas Assassinas, separamos seis momentos marcantes nos clássicos programas de TV. 

Domingão do Faustão - Quem Sabe Faz Ao Vivo (1995)

Domingão do Faustão, programa da TV Globo apresentado por Fausto Silva desde 1989, reúne esquetes inéditos de entretenimento, música, participação de famosos e apresentações de talentos. O quadro “Quem Sabe Faz Ao Vivo” foi ao ar para bandas mostrarem o talento delas ao vivo.

+++ LEIA MAIS: As 35 maiores bandas brasileiras - segundo um site da Rússia

Mamonas Assassinas participaram diversas vezes do programa, sempre de maneiras diferentes mas igualmente animadas. Mostrava os trejeitos descontraídos responsáveis por conquistar a plateia - e Faustão. Uma vez, Carolina Dickman participou e visitou o camarim dos artistas, mostrando ao público um pouco mais do estilo dos integrantes e o jeito brincalhão deles. 


Programa Livre (1995)

Apresentado por Serginho Groisman e televisionado no SBT, ficou no ar entre 1991 e 2001. Como outros programas de auditório dos anos 90, contava com quadros inéditos, como o famoso “Beijo, Abraço ou Aperto de mão”, entre outros jogos, entrevistas e apresentações inéditas. 

+++LEIA MAIS: Filme sobre Mamonas Assassinas será lançado em 2016

No auge da carreira, Mamonas Assassinas não poderiam ficar de fora. Em 1995,  apresentaram-se no programa -  todos vestidos de marinheiros e extremamente contagiantes. O estilo da banda era muito parecido com o do programa, funcionando bem na época. 


Programa da Hebe (1995) 

Hebe Camargofoi um ícone da televisão brasileira. Em 47 anos de carreira, passou pela Record, Rede Tupi, Band, SBT e Rede Tv!. Suas entrevistas eram sucesso em audiência. Em 1995, a banda participou do Programa, arrancando risadas do público e divertindo a própria Hebe. Como sempre, todos combinavam a roupa e faziam as danças coreografadas na música "Vira-Vira." 


+++LEIA MAIS: 7 momentos absurdos das lives brasileiras que nunca veríamos em shows: Sandy e Junior tocam Mamonas Assassinas e Luiz Carlos zoa Neymar

Domingo Legal (1995) 

Durante o tradicional programa Domingo Legal - apresentado por Gugu Liberato entre 1993 e 2009 no SBT- a banda não poderia fazer diferente. Cheia de palhaçadas e interação com o público, o show durou mais de uma hora e foi uma das participações mais icônicas do grupo. Conseguiram mostrar todas as músicas, falar sobre o álbum e os integrantes, além de deixar marcado o potencial do grupo como artistas. 


Jô Soares Onze e Meia (1995) 

Essa não foi uma entrevista com shows e danças malucas. A banda conversou no famoso talk-show de Jô Soares e falou sobre o surgimento da banda, histórias das músicas e planos futuros. Perguntados sobre os personagens nas músicas, Dinho respondeu: “Sempre gostei de fazer imitação, então, para poder me vestir no show e elaborar um trabalho melhor, inventei os personagens para ficar mais fácil de me soltar”. 


+++LEIA MAIS: Mamonas Assassinas ganha exposição em shopping de São Paulo

Xuxa Hits (1995) 

Quadro do Xuxa Parks (1994 a 2001), programa apresentado porXuxa Meneghel, Xuxa Hitsdava palco para diversos artistas, bandas e DJs. Em 1995, Mamonas Assassinas se apresentaram num momento muito icônico entre a banda e a apresentadora Xuxa. No programa, ela também usava fantasias e tinha um cenário lúdico, combinando muito com a estética da banda. 


+++ LEIA MAIS: Inspirado em Dark? Faustão mostra look de Jonas e web não sabe lidar: ‘Alguém faz essa montagem?’


+++ FBC E VHOOR REFLETEM SOBRE HIP-HOP: 'MÚSICA É PARA SER SENTIDA' | ENTREVISTA | ROLLING STONE BRASIL